A matemática é uma área da ciência que muitos tem medos, pela dificuldade associada à disciplina. Para vencer os medos e tabus envolvidos é necessária a habilidade dos profissionais com a missão de levar ao público em geral.

Cabe aos especialistas refletirem “sobre a resposta apropriada e o papel de preencher lacunas de comunicação que foram sendo criadas entre os que praticam ou usam a matemática e o público em geral”. Mas revelar como? Em uma exposição, por exemplo. E o que é uma exposição de matemática?

“As exposições científicas evoluíram ao longo do século 20 para formas mais atraentes de comunicação com o público, que frequentemente se valem de dispositivos com os quais os visitantes podem interagir”, explicam Eduardo Colli e Deborah Raphael, em artigo publicado na Revista Cultura e Extensão USP. O texto discute quais as expectativas em relação a uma exposição de matemática e o trajeto da Matemateca, exposição do Instituto de Matemática e Estatística (IME) da USP, criada em 2003 por eles e outros professores do instituto, contando com a “formação de um acervo de objetos matemáticos ao longo de aproximadamente dez anos, bem como a evolução da concepção de uma exposição voltada para o público em geral, mas com foco nos estudantes de todos os níveis”, afirmam os autores.

Desse modo, o que faz o sucesso de uma exposição de matemática? “Tópicos interessantes, mostrados por meio de uma instalação interativa e com alguma explicação escrita” parecem ser uma “tendência que teve como testemunha a abertura, no final de 2012, do MoMath, o Museu de Matemática de Nova York”.

A Matemateca começou com uma coleção de objetos de natureza interativa que visava a dois objetivos: abranger um público amplo e abrigar arquivo de materiais didáticos a serem utilizados pelos professores do IME nas aulas de graduação. Hoje, constitui o mais importante acervo brasileiro de objetos matemáticos.

No âmbito institucional, a Matemateca se formalizou no IME como o Centro de Difusão e Ensino Matemateca, e associou-se ao Laboratório de Modelos e Ensaios (Lame), da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo (FAU) da USP, cuja parceria fez nascer uma disciplina de graduação: Matemática, Arquitetura e Design.

Saiba mais no site oficial da USP.

Achou útil essa informação? Compartilhe com seus amigos! xD

Deixe-nos a sua opinião aqui nos comentários.