Pesquisadores criaram um novo tipo de mapa-múndi para mostrar o tamanho real de seus continentes, sem distorcer muito suas formas. Estamos falando da representação acima, (imagem que abre este artigo).

O mapa do mundo com o qual você provavelmente está familiarizado é chamado de “Projeção de Mercator” (imagem que está logo abaixo). Desenvolvida em 1569, ela distorce muito as áreas relativas das massas de terra.

Cartógrafos ao longo dos séculos já criaram diversas formas de projetar a Terra em uma superfície plana – uma tarefa que apresenta uma série de desafios, claro. O maior deles é que é impossível retratar a realidade do mundo esférico em um mapa chato. Houveram diversas tentativas de “consertar” isso, o que geralmente torna a visualização do mundo ruim.

O novo mapa, batizado de “Equal Earth”, visa resolver muitas dessas questões, mantendo os tamanhos relativos das diferentes áreas de terra sem sacrificar uma apresentação “visualmente agradável e equilibrada”.

O que há de errado com a Projeção de Mercator?

A Projeção de Mercator foi a primeira representação cartográfica que reuniu todo o globo terrestre, elaborada pelo geógrafo, cartógrafo e matemático Gerhard Mercator. O mapa foi criado em 1596 para ajudar marinheiros a navegar pelo mundo.