Um meteoro que explodiu no ar perto do Mar Morto 3.700 anos atrás pode ter destruído comunidades, matado dezenas de milhares de pessoas e fornecido a essência da verdade para uma antiga história da Bíblia.

A área está na atual Jordânia, em uma planície de 25 quilômetros de largura, chamada Middle Ghor. A maior parte das evidências desse evento vem de evidências arqueológicas escavadas na cidade de Tall el-Hammam, na Idade do Bronze, localizada nessa área, que alguns estudiosos dizem ser a cidade de Sodoma da Bíblia.

Arqueólogos cavaram na área de Tall el-Hamman por 13 anos, e descobriram evidências bastante convincentes apoiando a ideia de explosão de ar.

A civilização ocupou a área por mais de 2.500 anos. A cidade possuía o centro administrativo do reino e era protegida por um muro de 30 metros de espessura e até 15 metros de altura, para uma distância linear de mais de 2,5 quilômetros.

A parede continha vários portões, torres e provavelmente outras características defensivas. Mas tudo isso foi obliterado quando o meteoro perfurou a atmosfera e explodiu sobre a área.

Evidências reunidas no local de Tall el-Hammam contam a história do evento. Quando o estouro de ar do meteoro ocorreu, houve uma onda de choque intensamente quente e poderosa.

A onda de choque eliminou todos os assentamentos na área e destruiu uma área de 500 quilômetros quadrados. E a área permaneceu desabitada durante uns notáveis ​​700 anos após o evento. Várias linhas de evidência suportam a probabilidade deste evento.

Silvia e Collins dizem em seu artigo que a destruição e os danos nas paredes e outras estruturas da cidade são direcionais, suportando a ideia de uma onda de choque.

No passado, os arqueólogos se perguntavam se um terremoto poderia ter causado o colapso da região, mas um terremoto não teria causado o tipo de dano direcional que as estruturas e fortificações remanescentes exibem.

Um pedaço de cerâmica foi encontrado na cidade que tinha um lado derretido em vidro. Apenas um calor extremo pode fazer isso. O exame revelou cristais de zircão dentro de uma bolha no vidro que só poderia ter sido formada por temperaturas acima de 4.000 graus Celsius.

Além disso, a camada de argila derretida que se transformou em vidro é de apenas 1 milímetro, não toda a profundidade do fragmento. Isso indica apenas uma pequena explosão de calor intenso, em vez de uma exposição prolongada de algo como a queima de erupções petroquímicas.

Alguns estudiosos acham que Tall el-Hamman é a cidade de Sodoma da Bíblia. Essa ideia existe há muito tempo. Está no lugar certo, e uma explosão do meteoro certamente explica a citação de Gênesis.

É interessante que a citação de Gênesis menciona enxofre especificamente, uma vez que uma camada de sulfatos e sal foi depositada na área pelo evento, destruindo “a vegetação da terra”. Mas nem todos concordam.

Alguns estudiosos acham que a geografia não está correta. Outros acham que a linha do tempo está errada. Mas com este novo estudo, ambos os lados terão que reconsiderar toda a questão.

Achou útil essa informação? Compartilhe com seus amigos! xD

Deixe-nos a sua opinião aqui nos comentários.

Para você que está procurando Bolsa de Estudo, temos bolsas de até 75% em mais de 1.200 faculdades de todo o Brasil. Encontre a sua Bolsa de Estudo clicando aqui.