O primeiro projeto residencial de Daniel Libeskind em Berlim é um espetacular edifício que literalmente purifica o ar. O sapphire está revestido de ladrilhos de gesso geométrico com uma camada de dióxido de titânio que quebra a sujeira quando exposto aos raios UV do sol.

 

A equipe de Libeskind fez algumas das janelas fixadas para se adaptarem à forma irregular do volume, enquanto as operáveis ​​estão em conformidade com uma dimensão padrão. Enquanto os andares superiores possuem unidades comerciais e o piso térreo do prédio, um estacionamento subterrâneo e área exterior comum.

A fachada notável é revestida em 3.600 casalgrande padana, 500 dos quais são de tamanho padrão enquanto as outras 3.100 telhas foram feitas sob medida. Cada telha é especificamente posicionada para caber na visão do arquiteto, e a instalação dos ladrilhos demorou quatro meses para ser concluída. O revestimento de dióxido de titânio, produzido pela TOTO, permite que a fachada se limpe o ar quando exposto à luz natural.

Fotos: Sapphire Berlin e Jan Bitter

Achou útil essa informação? Compartilhe com seus amigos! xD

Deixe-nos a sua opinião aqui nos comentários.