Pode ser o experimento mental mais famoso do mundo. Um gato em uma caixa poderia estar vivo ou morto – e até que a caixa fosse aberta, era preciso teorizar que poderiam ter as duas coisas. O físico Erwin Schrodinger descreveu o cenário e se tornou uma das explicações básicas para a teoria quântica. 

Agora, dois físicos estão desafiando esse enigma com sua própria versão do paradoxo. Eles substituem o gatinho por físicos que conduzem experimentos. O resultado de sua nova teoria confundiu outros físicos. 

A nova versão “multiplayer” de um clássico é incomum. Isso mostra que, se as interpretações atuais da mecânica quântica forem verdadeiras, então diferentes experimentadores poderão obter resultados opostos sobre os físicos na caixa. Em resumo, a teoria quântica está se contradizendo. 

A interpretação de Copenhague afetada

A mecânica quântica explica a maior parte da física moderna. No entanto, os conceitos por trás dela ainda não são claros. As equações geralmente não apontam para o resultado exato do que está sendo medido, explicaram os autores desses novos enigmas. 

As físicas Daniela Frauchiger e Renato Renner, do Instituto Federal de Tecnologia da Suíça (ETH), em Zurique, foram os primeiros a colocar o argumento online na primavera de 2016. E isso tem sido debatido calorosamente desde então. 

Objetos quânticos como elétrons vivem em nuvens, não em pontos específicos. É por isso que Niels Bohr e Werner Heisenberg criaram a interpretação de Copenhague. Em resumo, afirma que o ato de observar um sistema quântico faz a nuvem de elétrons em forma de onda colapsar em um único ponto de dados.

No entanto, Frauchiger e Renner agora estão afirmando que, através de seu raciocínio, a imagem básica de Copenhague não é consistente. 

Olhando para a caixa

O gato de Schrodinger obteve várias atualizações ao longo dos anos. O físico húngaro Eugene Wigner propôs uma versão envolvendo um físico que vivia na caixa e tinha um dispositivo de medição para determinar uma das duas opções. 

E é essa versão da ‘caixa’ que  Frauchiger e Renner estão atualizando. Nesta versão, eles têm dois Wigners fazendo um experimento em seu amigo que eles mantêm na caixa.

Uma amiga (Anna) joga uma moeda e (porque ela é felizmente uma física) faz uma mensagem quântica para enviar para seu amigo Brad. Brad (que também é físico) pode pegar a mensagem de Anna e entender o resultado do sorteio. 

Os problemas começam quando os Wigners abrem suas caixas para checar seus amigos. De acordo com Renner, quando abrem suas caixas, devem concluir com certeza onde a moeda pousou no sorteio.

No entanto, suas conclusões são inconsistentes. “Um diz: ‘Tenho certeza que é coroa’ e o outro diz: ‘Tenho certeza de que são cabeças’”, disse Renner à Nature . Os dois físicos suíços conseguiram perturbar consideravelmente os físicos modernos no processo de compartilhar suas novas pesquisas.

“Alguns ficam emocionados”, disse Renner. E diferentes pesquisadores tendem a tirar conclusões diferentes. “A maioria das pessoas afirma que o experimento mostra que a interpretação delas é a única correta.”

Achou útil essa informação? Compartilhe com seus amigos! xD

Deixe-nos a sua opinião aqui nos comentários.

Para você que está procurando Bolsa de Estudo, temos bolsas de até 75% em mais de 1.200 faculdades de todo o Brasil. Encontre a sua Bolsa de Estudo clicando aqui.