Por ano, milhões de descargas atmosféricas caem no mundo inteiro e o Brasil lidera o ranking de incidência de quedas de raios, de acordo com o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais, INPE. Os raios são fenômenos naturais que podem gerar prejuízos diretos – sobre as edificações e/ou instalações elétricas – ou indiretos, quando raio cai em um ponto afastado e a sobretensão induzida chega até as instalações elétricas.

Os custos das reparação de danos são bem altos, no entanto a prevenção é a melhor saida. Confira os principais fatos e ficções sobre o assunto.

Você pode saber mais acessando o Blog da Schneider Electric Brasil

1) Pára-raios protegem edifícios contra raios?

Verdade. Pára-raios protegem edifícios contra incêndios causados por raios, os mesmos são compostos por uma haste de metal, que conduz a corrente do raio para a terra.

2) Pára-raios protegem dispositivos elétricos?

Mentira. Pára-raios não protegem aparelhos ligados à rede elétrica contra surtos de tensão causados por descargas atmosféricas. Como a instalação elétrica está conectada à mesma fundação que o pára-raios, parte da corrente pode realmente voltar e danificar os aparelhos. Apenas os “DPS” (Dispositivos de Proteção Contra Surtos) podem dar a proteção desejada.

3) Os dispositivos ligados a um adaptador universal com sistema de proteção contra surtos estão protegidos?

Mentira. Este tipo de proteção não é suficiente para lidar com surtos causados por descargas atmosféricas. Para uma proteção eficiente e segura, você precisa instalar um DPS em seu quadro de distribuição.

4) Pára-raios são destruídos a cada queda de raio?

Mentira. A expectativa de vida de um pára-raio é semelhante ao serviço de outros dispositivos de proteção como disjuntores e dispositivos de corrente residual (DR), isto é, eles suportam várias descargas elétricas por período.

Quer saber as outras 3  verdades e mentiras? Acesse o  Blog da Schneider Electric Brasil

Achou útil essa informação? Compartilhe com seus amigos! xD

Deixe-nos a sua opinião aqui nos comentários.