Se você caro leitor do Engenharia é: pretende estudar Engenharia, veja abaixo 8 dicas para que o curso não te pegue desprevenido.

Não podemos esquecer de mencionar a Feira Guia do Estudante que vai acontecer entre os dias 14 e 16 de setembro, das 9h às 20h, no Pavilhão de Exposições do Anhembi, Zona Norte de São Paulo. Nela, palestrantes irão falar sobre Engenharia e seus diferentes campos de atuação. A entrada é grátis, faça já a sua inscrição aqui. 

1. Pra se ter ideia, existem mais de 50 áreas de atuação dentro da Engenharia. É preciso conhecê-las e também conhecer a si mesmo para entender por qual caminho seguir.

2. O engenheiro é, por definição, é um bom observador. É preciso gostar de analisar o mundo, fazer perguntas e identificar problemas, perguntando sempre: o que posso fazer de novo ou para melhorar?

3. Um engenheiro nunca vai trabalhar sozinho. Seja na construção de um prédio ou no desenvolvimento de um tênis, é preciso saber dialogar e trabalhar em grupo. Dica primordial.

4. Dentro de tais grupos, é necessário que o engenheiro tenha iniciativa, liderança e acima de tudo saiba inspirar as pessoas para criar juntos e atrair outras e novas ideias.

5. Mais do que simplesmente entender o que acontece por dentro do universo da Engenharia, o engenheiro busca saber o que acontece no mundo. Seja na medicina, na biologia, na administração e em outras áreas que ele busca inspiração e desafios a serem resolvidos, claro.

6. Não existe habilidade que não possa ser desenvolvida: da liderança ao gosto por cálculos. Muitos adoram o que faz a Engenharia, mas odeia matemática. Não dá pra ser engenheiro sem gostar de matemática. Mas mesmo ela, com um pouco de treino, pode ser desenvolvida.

7. Se você é daqueles que não abre mão de escolher uma profissão que mude o mundo, a engenharia pode ser um excelente caminho.

8. A Engenharia tem tantas áreas de atuação que você pode escolher dentro dela o seu lifestyle e buscar aquilo que tem mais afinidade com você: é possível trabalhar tanto em um escritório de terno e gravata, quanto em um escritório completamente informal, seja também na indústria, no hospital, ou até mesmo em um laboratório. Tudo vai depender do caminho que quer seguir. Não há onde o engenheiro não possa trabalhar.

Achou útil essa informação? Compartilhe com seus amigos! xD

Deixe-nos a sua opinião aqui nos comentários.