O americano Greg Kloehn, se comprometeu a doar parte do seu tempo livre coletando madeiras, vidros e móveis abandonados no meio da rua para construir minicasas e distribui-las para os moradores de rua, que vivem em Oakland, na Califórnia.

São pequenos gestos que transformam as vidas das pessoas! Pensa bem, para quem não tem onde morar e/ou se proteger da chuva, frio ou até mesmo guardar seus poucos pertences, essa atitude fez muita diferença.

Greg sempre se interessou pela engenharia de vida dos moradores de rua. Ele sempre os observava como viviam com tão pouco, como ajeitavam e davam valor ao pouco que tinham. Com seu celular, passou a registrar em fotos a vida dos moradores de ruas e lançou o  “A arquitetura dos sem-teto”.

A primeira unidade móvel foi entregue a uma mulher que uma vez bateu à sua porta pedindo algo que ele não tinha. Logo, Greg entrou novamente em sua casa, pensou, e então saiu correndo para pedir para que aquela mulher voltasse no dia seguinte. No dia seguinte, ela e seu marido voltaram a casa de Greg e receberam a casa móvel, uma chave e uma garrafa de champanhe.

Agora, essas casas móveis já somam mais de trinta.

Para espalhar ainda mais a ideia e a prática da construção de minicasas, Greg fundou o Projeto Homeless Homes (ou Casa dos Sem Casa, em tradução livre). Agora já somam mais 12 moradias construídas por voluntários e simpatizantes.

Assista ao vídeo da iniciativa, abaixo, e conheça um pouco mais de sua história.

Achou útil essa informação? Compartilhe com seus amigos! xD

Deixe-nos a sua opinião aqui nos comentários.