A consultoria de recrutamento HAYS publicou um novo estudo que indica que o mercado de trabalho está sendo um pouco melhor para engenheiros este ano do que foi no ano passado.

A situação mudou bastante nas últimas décadas, disse Raphael Falcão, diretor da HAYS Experts. Entre 2000 e 2014, a demanda por engenheiros estava a pleno vapor: o investimento em setores como óleo e gás, infraestrutura e telecomunicações resultou em salários polpudos e um “boom” de empregos. Mas, com a crise econômica de 2014, isso mudou deixando o mercado menos favorável para estes profissionais.

Para Raphael, o mercado começou a se reaquecer entre meados de 2016 e o começo de 2017, com a retomada de investimentos em atividades que exigem a participação de engenheiros. “Empresas chinesas começaram a entrar no setor de energia, trazendo recursos, e o agronegócio continuava a dar bons resultados”.

“O segmento de infraestrutura, com destaque para energia e agronegócio, tem perspectiva de aumento das exportações e concentra o maior número de oportunidades”, informa o relatório da HAYS.

O mercado como um todo começa a esboçar uma tímida melhora. Segundo uma pesquisa recente do ManpowerGroup, hoje há mais empresas (12%) que pretendem aumentar o número de funcionários do que reduzir o ritmo de contratações (11%).

O estudo da HAYS mostra que as posições mais solicitadas em 2017 no mercado de engenharia são as seguintes:

Cargos em alta
Gerente de operação
Gerente de melhoria contínua / qualidade
Gerente de saúde, segurança e meio ambiente
Coordenador de engenharia de confiabilidade

 

O diretor da HAYS Experts explica que o gerente de operação é uma figura demandada porque traz para dentro da organização o foco na redução de custos — prioridade inevitável em tempos de crise.

A mesma coisa acontece com o gerente de melhoria contínua e qualidade, que também está entre os mais solicitados no mercado de engenharia: ele trabalha para maximizar a qualidade do produto, sem aumentar os custos de produção.

O gerente de saúde, segurança e meio ambiente, pode reduzir perdas financeiras com processos judiciais nas áreas trabalhista e ambiental.

Já o coordenador de engenharia de confiabilidade é mais conhecido por seu envolvimento no processo de recall de produtos como carros e celulares. “Trata-se de uma figura fundamental para as áreas de marketing e vendas porque olha para o produto não só na saída, mas ao longo de um determinado ciclo”, explica Falcão.

Já os cargos menos solicitados, ainda segundo a HAYS, são estes:

Cargos em baixa
Gerente de projetos industriais
Gerente de pesquisa e desenvolvimento

 

Segundo o diretor da HAYS Experts, a escassez de oportunidades para o gerente de projetos industriais se dá pela queda no consumo, fazendo com que fábricas fiquem ociosas e diminuem investimentos em ampliação de espaço físico e maquinário, por exemplo.

Já o gerente de pesquisa e desenvolvimento está entre os menos demandados porque a crise fez aumentar a aversão ao risco. “Hoje, o movimento das empresas é olhar para seus produtos e serviços já existentes e concentrar esforços nos mais rentáveis, que têm retorno relativamente certo”, explica Raphael Falcão.

Fonte: Exame, escrito por Claudia Gasparini.

Achou útil essa informação? Compartilhe com seus amigos! xD

Deixe-nos a sua opinião aqui nos comentários.