Em Itajubá, sul de Minas Gerais, dois detentos do Presídio municipal, estão transformando bicicletas apreendidas em cadeiras de rodas para pessoas da região que não tem condição de comprar o equipamento.

Os detentos Donizeti e Damião já transformaram aproximadamente 300 bicicletas em cadeiras de rodas.

Eles não param por aí, a dupla também conserta brinquedos quebrados de praças públicas e escolas, e ainda são responsáveis pela manutenção geral do presídio, atuando nas áreas de hidráulica, elétrica, pintura, máquinas e alvenaria.

O projeto das cadeiras de rodas começou há seis meses e conta com o apoio da empresa fabricante de helicópteros, Helibras, instalada em Itajubá. A companhia doa rodas menores, o aro para locomoção, o estofamento e faz a pintura da estrutura das cadeiras.

998-19870262_300x250_GMA-US

Damião conta que faz outras reformas nas cadeiras de rodas e já participou de algumas entregas. “É um momento emocionante, fico muito feliz. É gratificante poder ajudar as pessoas com o meu trabalho”, disse.

Para Leandro Rodrigues Palma, diretor de Atendimento e Ressocialização, o projeto ocupa um lugar especial entre todas as atividades realizadas pelos detentos. “Fiquei impressionado com um documento enviado pela ONG Caravelas, em que relatava problemas sociais a região e pedia ajuda. A partir disso, foram surgindo ideias para auxiliarmos de alguma forma”, afirmou.

Além de tudo isso, semanalmente, no presídio da cidade outra dupla de detentos lava e passa cerca de 200 peças de roupas de cama para postos de saúde da região. Outros dois presos fazem o trabalho de lavar, cortar e embalar verduras, legumes e frutas para o restaurante popular da cidade. Ao todo, são enviados 350 quilos de alimentos.

Atitudes nobres demonstrada por estes detentos, concordam?

Achou útil essa informação? Compartilhe com seus amigos! xD

Deixe-nos a sua opinião aqui nos comentários.