Currículo importa – não só seu conteúdo, mas também sua apresentação. Ninguém sabe disso melhor que Tina Nicolai, CEO e fundadora do Résumé Writers ‘Ink.

Tina fez sua carreira corporativa em recursos humanos, recrutamento e contratação com empresas como May Company, Eddie Bauer, Walt Disney World e Disney Stores. Especialista em construção de portfólios de carreira profissional e executiva, ela estima que já leu mais de 40.000 currículos.

A CEO explica que certos erros irritantes tendem a ocorrer com frequência. Alguns podem não parecer um grande problema, porém, em um mercado de trabalho competitivo, podem ser a diferença entre o emprego dos sonhos e um currículo jogado no lixo.

Confira os oito equívocos mais inoportunos que você pode cometer em um currículo:

1. Desleixo

“O maior erro que os candidatos a emprego cometem é serem desleixados. Eles dão pouca atenção aos detalhes. São preguiçosos”, Tina afirma ao portal Business Insider.

A CEO conta que vê muitos currículos com erros de digitação, fontes pouco profissionais, informações desatualizadas e também irrelevantes.

2. Resumos muito longos

Resumos são irritantes quando são escritos em um tom formal e incluem muitos adjetivos. “É melhor listar algumas conquistas importantes e incluir um slogan de marca pessoal afirmando: ‘Conhecido por alcançar o XYZ’”, sugere.

3. Muitos jargões e palavras “da moda”

Jargões de currículo, como “inovador”, “bom para trabalhar em equipe”, “comunicador excepcional”, “perfeccionista” estão dentro das “expectativas básicas no mercado atual”, segundo Tina.

“Uma pessoa que verdadeiramente é um ‘solucionador de problemas que trabalha bem em equipes’ transmitirá [essa informação] de forma sucinta e criativa em seu currículo através de uma combinação de poucas palavras e imagens”, argumenta a CEO.

4. Começar uma sentença com ‘Responsável por’

Tina considera essa atitude mais um “erro preguiçoso” visto em muitos currículos.

“Os candidatos precisam entender que começar uma sentença com ‘responsável por’ diz ao leitor quais deveriam ser os requisitos de trabalho, mas não afirma que o candidato realmente desempenhou essas funções, nem que foi bem-sucedido nelas. Não seja preguiçoso: reserve alguns minutos extras para explicar o que você realizou – não o que se espera que você realize”, opina Tina.

5. Ser muito formal

Currículos excessivamente formais são irritantes porque não são envolventes e não permitem que o leitor tenha uma boa noção da personalidade do candidato.

6. Aderir a um modelo

Muitas pessoas confiam em modelos de currículo facilmente encontrados online, mas deveriam personalizá-los.

“Os modelos são projetados como um guia e não devem ser usados tal qual. Um modelo de currículo é uma estrutura para mostrar sua marca pessoal e, mais importante, suas conquistas”, argumenta a CEO.

7. Deixar muito espaço em branco

“Frequentemente, os candidatos usam muito ou pouco espaço em branco”, disse Tina. “Reunir muitas palavras em uma página com margens pequenas e fonte pequena é irritante. Ter oceanos de ‘espaços em branco’ com palavras justificadas de um lado ou de outro do currículo é igualmente irritante”.

8. Ocupar muito espaço com informações de contato

Você não deve usar quatro linhas para listar seu nome, endereço, e-mail e número de telefone.

“Economize, removendo o endereço e condensando seu nome, número de telefone e e-mail para uma linha”, disse Nicolai.

Currículos longos são chatos. O uso das linhas é valioso e deve ser aproveitado para descrever conquistas.