É, realmente as coisas também estão mudando a respeito do ambiente de trabalho… E um novo tipo de trabalhador está sendo cada vez mais procurado e valorizado. Neste ponto de nossas conversas semanais, gostaria de voltar novamente a Saraiva (1), em sua já citada palestra proferida no “Hack Town 2017″. No caso, as características necessárias para o sucesso do novo trabalhador são, textualmente:

  • Solução de problemas complexos
  • Visão Questionadora
  • Criatividade
  • Gestão de Pessoas
  • Colaboração
  • Julgamento e tomada de decisão
  • Orientação para o serviço
  • Negociação
  • Flexibilidade cognitiva
  • Autorresponsabilidade

Pois é… E você poderia questionar: mas não foi sempre assim? Até pode ser, mas não creio que em todos os casos, e com a ênfase de hoje… É que nos tempos rápidos e fluidos nos quais estamos vivendo, não há tempo a perder com:

  • Quem precisa de orientação constante para resolver os problemas…
  • Quem não questiona, fazendo as coisas sempre como foram feitas..
  • Quem não tem o mínimo de criatividade, e tem medo de inovar…
  • Quem não se relaciona bem com os colegas, e não gerencia nem suas relações…
  • Quem não colabora com ninguém, guardando o que sabe para si mesmo…
  • Quem não julga as diversas situações que lhe são apresentadas e que então não consegue tomar decisões…
  • Quem pensa mais em si mesmo ou em outras coisas do que propriamente no serviço…
  • Quem não tem empatia e que então não sabe negociar…
  • Quem tem o pensamento rígido e bitolado, não migrando rapidamente para outras áreas de conhecimento cuja utilização possa ser necessária em dado momento…
  • Quem não cuida de si mesmo, quem não tem paixão nem curiosidade, quem não tem carinho com os outros, quem não tem determinação na vida, etc.

Concorda?  Acho que você pode conhecer gente que apresenta os dois conjuntos de características, e olhe o resultado, em cada caso…

Referência:

  • Palestra proferida por IGOR SARAIVA, no “Hack Town” de Santa Rita do Sapucaí – MG, em 09 de setembro de 2017, sob o título “O impacto das novas tecnologias no futuro do trabalho: como se preparar?”.

Achou útil essa informação? Compartilhe com seus amigos! xD

Deixe-nos a sua opinião aqui nos comentários.

Compartilhe:
Publicação anteriorEtanol brasileiro pode substituir 13,7% do petróleo consumido no mundo
Próxima publicaçãoTransformaram uma kombi em uma máquina do ”De volta para o Futuro” e colocaram a venda

É graduado em Engenharia Elétrica (Instituto Nacional de Telecomunicações – INATEL), e pós-graduado em Docência do Ensino Superior em Educação. Foi professor, desde 1964, em diversos cursos técnicos, de engenharia, e de extensão, em diversas áreas técnicas, bem como em empreendedorismo e inovação. Também criou e coordenou diversas atividades ligadas ao desenvolvimento do empreendedorismo, no Inatel. Atualmente participa de programas de extensão e pesquisa ligados ao empreendedorismo, criatividade e inovação.