Ética! Como o conceito representado por esta palavra impacta a nossa vida de hoje! Como esta palavra é falada e escrita atualmente! Como a vivência da ética, em qualquer campo da atividade humana, é reivindicada de modo tão significativo por todos! Na vida profissional do engenheiro não é diferente, e, conforme conversávamos sobre este assunto eu e um colega engenheiro, há algum tempo atrás: existem muitos profissionais trabalhando em engenharia, mas, sob a forma da sua “comunicação interna”, o ambiente de trabalho do engenheiro é pequeno… Assim, o mau engenheiro logo é reconhecido e gradativamente rejeitado.

Assim, nos é exigida, na nossa atuação de bons engenheiros “de” e “para” a sociedade (porque para ela existimos…), a vivência total da ética profissional, com um definitivo “não” à corrupção. E assim abrimos o caminho para a obtenção de pleno sucesso!

E nosso guia para esta vivência está abaixo, sob a forma de regras básicas, citadas em nosso código de Ética:

  • Nós, engenheiros, zelaremos pela segurança, saúde e bem-estar do público durante a execução de nossas tarefas profissionais.
  • Faremos serviços apenas nas áreas de nossa competência.
  • Nossas declarações públicas, laudos, etc., sempre serão feitas de maneira objetiva e confiável.
  • Sempre agiremos nos assuntos profissionais, para cada cliente, como agentes fiéis e confiáveis, e evitaremos conflitos de interesses.
  • Assim, construiremos nossa reputação profissional com o mérito de nossos serviços, não competindo de forma injusta com colegas.
  • Sempre agiremos de tal de tal maneira a manter e desenvolver a honra, integridade e dignidade da profissão.
  • E continuaremos nosso desenvolvimento profissional durante toda nossa carreira, disponibilizando oportunidades para o desenvolvimento profissional dos engenheiros sob nossa supervisão.

Legal, não? E mãos à obra, para o sucesso!

Achou útil essa informação? Compartilhe com seus amigos! xD

Deixe-nos a sua opinião aqui nos comentários.

Compartilhe:
Publicação anteriorAlunos desenvolvem projetos inovadores para auxiliar pessoas com deficiência
Próxima publicaçãoA surpreendente engenharia por trás das latinhas de refrigerantes
Nascido no interior de Minas Gerais, foi seminarista em uma congregação francesa, mas viu que sua vocação era ser engenheiro. Criou o Engenharia é: exatamente às 11:28, do dia 2 de agosto de 2011. Você pode falar comigo pelo email: [email protected] ;)