Sinais dos tempos… Muitos empregadores de jovens profissionais recém-saídos da faculdade tem se queixado do comportamento dos mesmos, bem diverso do que estavam acostumados com profissionais mais antigos… Isto era de se esperar, dadas as mudanças no mundo que temos comentado nos “Engenharia em Pauta” anteriores.

E por quê? Uma boa justificativa foi dada por Saraiva (1), na sua interessante palestra proferida no “Hack Town 2017″. Na ocasião, ele mostrou as características da “Geração Z” (os “Nativos Digitais”), composta dos que nasceram entre 2000 e 2010, e que não difere muito das características dos nascidos a partir de 1980, a “Geração Y”, também conhecida como “Millennials”. Textualmente, são estas as características que foram apresentadas:

  • “Mais conectados, menos sociais
  • Relações Sociais líquidas
  • Imediatistas, egocêntricos, geração “Mememe”
  • Não gostam de hierarquias
  • Auto didatas da Web e por isto pensam não linearmente
  • Propósito: empreender é mais importante que dinheiro
  • Questionam a “vida padrão” e o caminho para o sucesso
  • Flexibilidade: trabalham em qualquer lugar
  • Sucesso: liberdade, realização, satisfação, vida plena

Que mudanças, não? E, se pensarmos bem profundamente a respeito (e até conforme a nossa idade, prezado leitor…), podemos constatar que ambas as gerações citadas estão nos entregando realmente um novo tipo de profissional. E mais: geralmente seus membros são muito bem preparados, muito capazes, e navegam nos mares digitais com perfeição e grande facilidade.  E isto é muito bom, pois o mundo está cada vez mais “digital”…

Mas tudo isto exigirá de nós rápidas transformações. E quando digo “nós”, falo de pais, educadores, professores, empresários, gerentes, patrões, etc. E também estas transformações deverão ser feitas nas estruturas formais da sociedade, como empresas, sistemas escolares, e até mesmo famílias.

Nada de assustar, mas sim de agir… Tudo isto ocorre porque o mundo realmente está mudando, e com velocidade. Mas estes ”sinais dos tempos” podem nos trazer uma nova classe de profissionais muito mais adequados às novas realidades, e portanto muito mais produtivos e felizes! Vamos aproveitar esta onda?

Referência:

  • Palestra proferida por IGOR SARAIVA, no “Hack Town” de Santa Rita do Sapucaí – MG, em 09 de setembro de 2017, sob o título “O impacto das novas tecnologias no futuro do trabalho: como se preparar?”.

Achou útil essa informação? Compartilhe com seus amigos! xD

Deixe-nos a sua opinião aqui nos comentários.

Compartilhe:
Publicação anteriorConheça o Smartphone que é a prova de tudo
Próxima publicaçãoPEC prevê que aluno arque com os custos de curso superior em universidade pública

É graduado em Engenharia Elétrica (Instituto Nacional de Telecomunicações – INATEL), e pós-graduado em Docência do Ensino Superior em Educação. Foi professor, desde 1964, em diversos cursos técnicos, de engenharia, e de extensão, em diversas áreas técnicas, bem como em empreendedorismo e inovação. Também criou e coordenou diversas atividades ligadas ao desenvolvimento do empreendedorismo, no Inatel. Atualmente participa de programas de extensão e pesquisa ligados ao empreendedorismo, criatividade e inovação.