Veja bem o que deve estar ainda vindo por aí, com adaptação livre da referência (1).

Até 2030, os novos produtos e serviços que forem desenvolvidos já estarão integrados às diversas mídias e conectados com a internet. Também haverá evolução da web semântica, melhorando a capacidade de busca e localização de informação em diversos formatos, bem como também deverá haver crescimento da pesquisa e desenvolvimento para o tratamento e geração de informação em grandes bancos de dados – big data – e barateamento dos dispositivos de armazenamento de dados em massa, em seus diversos formatos.

 Até 2030, a medicina será mais personalizada, suportada por informações genéticas e dados históricos da saúde do paciente, permitindo o aprimoramento da medicina preventiva e de terapias customizadas. Também deverão estar disponíveis técnicas de cuidados médicos remotos, telemedicina, robôs médicos e dispositivos de monitoramento médico, incorporados à vida diária das pessoas, instalados na casa e no paciente, com capacidade de gravação e comunicação de dados via internet…

Também deverá ocorrer crescimento dos investimentos em automação e robótica pelas organizações, alterando os processos produtivos e de gestão, As casas automatizadas serão uma realidade global até 2030. Será uma tecnologia barata capaz de controlar consumo energético, temperatura, dispositivos de segurança, de lazer e de alimentação, inclusive a distância. Assim, o computador controlará eletrodomésticos, casas, sistemas de entretenimento e dispositivos médicos, inclusive a distância e via internet.

Pense bem: você não está percebendo, mesmo sentindo, que deverá acontecer mesmo algo como o que foi citado neste “Engenharia em Pauta”? Que loucura, não?  Será que estamos nos preparando para tudo isto? Tomara… 

Referência:

  • Megatendências mundiais 2030 : o que entidades e personalidades internacionais pensam sobre o futuro do mundo? – contribuição para um debate de longo prazo para o Brasil. Organizadora: Elaine C. Marcial. – Brasília. Ipea, 2015.

Achou útil essa informação? Compartilhe com seus amigos! xD

Deixe-nos a sua opinião aqui nos comentários.

Compartilhe:
Publicação anteriorJorge Paulo Lemann oferece R$ 443 bilhões por Unilever
Próxima publicaçãoPor que devo fazer uma Pós Graduação?

É graduado em Engenharia Elétrica (Instituto Nacional de Telecomunicações – INATEL), e pós-graduado em Docência do Ensino Superior em Educação. Foi professor, desde 1964, em diversos cursos técnicos, de engenharia, e de extensão, em diversas áreas técnicas, bem como em empreendedorismo e inovação. Também criou e coordenou diversas atividades ligadas ao desenvolvimento do empreendedorismo, no Inatel. Atualmente participa de programas de extensão e pesquisa ligados ao empreendedorismo, criatividade e inovação.