Tudo sobre o curso de Engenharia Acústica

A engenharia acústica  é responsável pelo desenvolvimento de novos sistemas eletroacústicos e para determinar a intensidade de ruídos e vibrações. O engenheiro desta área pode atuar nos mais diversos setores, podendo trabalhar na acústica subaquática, onde fará a manutenção de sonares de submarinos e avaliará as vibrações de ondas sísmicas no controle da emissão de ruídos e vibrações provenientes de equipamentos, máquinas e até eletrodomésticos; na fiscalização, vistoria e pericia, emitindo laudos e pareceres técnicos a respeito do local visitado e, também, pode trabalhar na área acústica musical, como responsável pela análise vibro-acústica de instrumentos e pela sonorização de espetáculos, além de controlar os ruídos em salas onde o silêncio deve ser primordial.

Graduação:

O curso de graduação de engenharia acústica, assim como os demais, tem duração de cinco anos e conta, geralmente, com quatro períodos (dois anos) de disciplinas básicas, como matemática, física e cálculo.

Tais disciplinas darão embasamento para as matérias específicas, que têm foco na aplicação da física em situações relacionadas à propagação do som e vibrações, por exemplo. Além disso, o futuro engenheiro acústico terá aulas de música para engenharia acústica, ciências dos materiais, ruídos e vibrações, termodinâmica e circuitos elétricos. O aluno também estudará eletroacústica, sonorização, controle de vibrações, engenharia de segurança, técnica de gravação, entre outros.

Possíveis especializações:

Embora ainda não tenham especializações relacionadas à engenharia acústica por se tratar de uma área extremamente nova e sem bacharéis no mercado, aposta-se que o profissional poderá ter sua especialização voltada à acústica musical, acústica de salas, desenvolvimento de equipamentos e dispositivos para isolamento e absorção acústica, eletroacústica, áudio profissional e vibrações, entre outras.

Mercado de trabalho:

Sendo o ruído urbano uma das principais ameaças à saúde pública, causando prejuízos físicos e emocionais, o momento é extremamente propício à atuação desse profissional. Em empresas automobilísticas, de edificações e as especializadas em áudio estão entre as que mais necessitam desse engenheiro.

Fonte da imagem shutterstock