Tudo sobre o curso de Engenharia de Computação

Engenharia da computação é responsável por unir conhecimentos usados no desenvolvimento de computadores e seus periféricos.

O engenheiro da computação trabalha no desenvolvimento de computadores, periféricos e sistemas que integram hardware e software.

Esse profissional é responsável por produzir novas máquinas e equipamentos computacionais para serem utilizados em diversos setores, como por exemplo, produtos para serviços de telecomunicações. Ele pode ainda planejar e implementar redes de computadores e seus componentes, como roteadores e cabeamentos.

Graduação:

O curso de engenharia da computação traz em seu currículo matérias básicas de engenharia em seus primeiros anos. Depois, vem às específicas, como eletrônica, linguagens de programação, circuitos elétricos e circuitos lógicos, entre outras.

No último ano, o aluno faz um estágio supervisionado e tem a oportunidade de cursar disciplinas eletivas que orientam sua formação para uma área específica da profissão, como a criação de softwares. No projeto de conclusão de curso, ele desenvolve hardwares ou aplicativos para um sistema de computação, por exemplo.

Possíveis especializações:

O engenheiro da computação pode se especializar nas mais diversas áreas, como, por exemplo, automação industrial e robótica, desenvolvimento de softwares e aplicativos, fabricação de hardware, marketing e vendas, suporte, entre outras.

Mercado de trabalho:

Devido a expansão do parque industrial brasileiro levou ao uso de muitas máquinas automatizadas e operadas por sistemas desenvolvidos por esse profissionais. O bom período econômico que o país vive faz com que se busque mão de obra mais qualificada para trabalhar com esses sistemas desenvolvido.

O engenheiro da computação é requisitado para desenvolver softwares que auxiliam o andamento das indústrias e para criar equipamentos como telefones celulares, tablets, colheitadeiras e até máquinas de lavar roupas. Ele pode atuar diretamente na indústria ou trabalhar em empresas prestadoras de serviços. Para um bom êxito desse profissional, a maioria das empresas exige inglês fluente.

Fonte da imagem shutterstock