Acredito que todos precisam acessar o que as cidades oferecem. Uma cidade sem estrutura para organizar atividades e necessidades sociais se limita em sua funcionalidade e priva seus moradores de atividades culturais e de lazer. Com isso, criamos o Instituto PLANET The Smart City, de caráter filantrópico e sem fins lucrativos, e com ele queremos explorar o potencial da Smart City Laguna. Para nós, o desenvolvimento das pessoas é o mais importante na formação de uma cidade inteligente e sustentável. Por isso, queremos alcançar o equilíbrio social, ambiental e econômico com o dever de coordenar os projetos de interesse público da primeira Cidade Inteligente Social do mundo, desenvolvidos para promover seus quatro pilares: PESSOAS E INCLUSÃO SOCIAL; PLANEJAMENTO URBANO E ARQUITETURA; TECNOLOGIA E SERVIÇOS; MEIO AMBIENTE.

Temos a visão de tornar a PLANET The Smart City referência de cidade sustentável, economicamente viável e com altos índices de boa convivência social, com serviços e benefícios baseados nos pilares do conceito PLANET The Smart City. Queremos atender às necessidades voltadas para os serviços disponibilizados aos cidadãos e promover a integração social, ambiental e econômica na Cidade Inteligente Laguna, gerando qualidade de vida e bem-estar social a todos. Sendo assim, somos responsáveis por gerenciar os projetos sociais da Smart City Laguna de forma econômica, sustentável e socialmente inclusiva. O livro Viver Além de Morar, lançado pelo Instituto PLANET, aborda esses projetos e seus conceitos. Os recursos necessários serão custeados através de incentivos e doações e quaisquer excedentes resultantes do exercício de nossas atividades são aplicados integralmente no cumprimento do nosso propósito institucional.

Susanna Marchionni

Administradora do Instituto PLANET e SG Desenvolvimento

Saiba mais em nosso site (www.smartcitylaguna.com.br) e em nossas redes sociais: Facebook (fb.com/PlanetSmartCityBR),

Instagram (@PlanetSmartCityBR) e Youtube (Planet the Smart City)

Quer saber qual a influência do Capital Humano para o desenvolvimento econômico de uma cidade? Confira na próxima matéria.