“Então vá embora. Vá embora do trabalho que te atormenta. Daquela relação que você sabe não vai dar certo. Vá embora “da galera” que está presente quando convém.  Vá embora da casa dos teus pais. Do teu país. Da sala. Vá embora. Por minutos, por anos ou pra vida. Se ausente, nem que seja pra encontrar com você mesmo. Quanto voltar – e se voltar – vai ver as coisas de outra perspectiva, lá de cima do avião.” (Antônia no Diva, É preciso ir embora).

E assim, com o coração cheio de emoções conflitantes e quase nenhuma duvida na cabeça, eu convido você a “ir embora” comigo.

Meu nome é Samantha Miler, estudante do último ano de Engenharia de Petróleo e colaboradora do engenhariae.com.br. Todo mundo já ouviu falar que o setor de petróleo (no Brasil e no mundo) esta em crise, mas só quem esta procurando uma oportunidade de se inserir no mercado de trabalho sabe o tamanho do buraco. A solução que eu encontrei foi procurar oportunidades em outros países.

plane-take-off1

No ano passado eu participei do programa de trainee de uma das maiores empresas de petróleo do oriente médio, a Petroleum Development of Oman, no Oma, mas essa historia eu conto melhor depois. O fato é que muita gente me procurou com duvidas, querendo saber detalhes sobre a experiencia de estagiar fora do pais, afinal de contas, quem nunca pensou em fazer um intercambio? Estagiar na sua área então é (possivelmente) o sonho de 10 entre 10 estudantes. A experiencia foi incrível, mas é logico que nem tudo são flores e também houveram momentos de frustrações.

Dentro de alguns dias estarei embarcando na minha próxima aventura. Consegui um estágio na Polônia, exatamente na área que sempre sonhei em trabalhar (ate o presente momento), serão 10 semanas de muitas descobertas e aprendizado, os quais estarei compartilhando constantemente com os leitores do Engenharia é:.

Achou útil essa informação? Compartilhe com seus amigos! xD

Deixe-nos a sua opinião aqui nos comentários.