Bateria feita a partir de água do mar poderá substituir baterias de lítio

(Imagem: shutterstock)

Se você abrir seu smartphone, provavelmente encontrará uma bateria de Íons- lítio dentro. Elas são recarregáveis, o que é ótimo – mas são difíceis de descartar, e o preço do lítio está subindo. Nove cientistas do Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia de Ulsan(UNIST em inglês) na Coréia do Sul desenvolveu uma alternativa inovadora: uma nova bateria feita a partir de água do mar abundante e prontamente disponível.

As baterias de íon de lítio – encontradas em dispositivos como iPhones – podem nos ajudar a acabar com nossa dependência de combustíveis fósseis. Mas as preocupações sobre como o lítio é extraído e as despesas crescentes significam que ainda não criamos a bateria perfeita. Pesquisadores da UNIST voltaram-se para a água do mar para uma solução superior.

O dispositivo que foi projetado é basicamente uma bateria de sódio-ar ou oxigênio de sódio. Por enquanto as baterias de sódio-ar são mais rentáveis ​​do que as baterias de Íons- lítio, elas não estão totalmente prontas para distribuição comercial. Parte do objetivo do trabalho dos pesquisadores foi abordar alguns dos desafios que estão no caminho da comercialização – e eles podem ter encontrado uma resposta na água do mar.

A água do mar funciona como um excelente católito – um cátodo e um eletrólito combinados juntos. Em um artigo publicado na revista ACS Applied Materials & Interfaces, os pesquisadores afirmam: “Um fluxo constante de água do mar dentro e fora da bateria fornece os íons de sódio e a água responsáveis ​​pela produção de uma carga”.

Sua bateria de água do mar pode ser comparada com as baterias de Íons- lítio, medindo a tensão de descarga. A bateria de água do mar tinha uma tensão média de descarga de cerca de 2,7 volts, de acordo com a ACS, enquanto a mesma estatística para uma bateria de íon de lítio é de 3,6 a 4 volts. Isso significa que os cientistas ainda têm trabalho a fazer, mas seu dispositivo pode apenas nos aproximar de um mundo onde não precisamos depender de lítio para o armazenamento de energia.

O jornal da ACS Applied Materials & Interfaces publicou o estudo dos cientistas on-line em novembro, confira neste link.

Veja o vídeo sobre o futuro das baterias de sódio abaixo:

Via: pplware e Inhabitat.

Achou útil essa informação? Compartilhe com seus amigos! xD

Deixe-nos a sua opinião aqui nos comentários.