A China está planejando a construção de um projeto de mudança climática em larga escala para garantir uma oferta de chuva consistente. O sistema é criado a partir de uma rede de câmaras de queima de combustível sólido que produzem iodeto de prata, um composto com uma estrutura muito semelhante ao gelo que pode ser usado para “fazer chover”.

Uma vez instalado, o sistema tem o potencial de aumentar as chuvas na região em até 10 bilhões de metros cúbicos por ano. Dezenas de milhares de pequenas câmaras serão instaladas em todo o planalto tibetano, numa tentativa de aumentar as chuvas em uma área três vezes maior do que a da Espanha.

Este é o maior projeto de mudança climática do mundo. Quando o vento vem da montanha, as partículas são arrastadas para o ar, onde formam nuvens de chuva. O sistema foi desenvolvido pela Empresa Estatal de Ciência e Tecnologia Aeroespacial da China .

As câmaras de combustão foram projetadas por cientistas espaciais que precisavam encontrar uma maneira de queimar eficientemente o combustível sólido de alta densidade em um ambiente com escassez de oxigênio a uma altitude de mais de 5.000 metros.

O projeto atual das câmaras é tão preciso que pode queimar durante meses sem manutenção e emite apenas vapores e dióxido de carbono, o que permite que eles sejam usados ​​até mesmo em áreas ambientalmente sensíveis.

 

Achou útil essa informação? Compartilhe com seus amigos! xD

Deixe-nos a sua opinião aqui nos comentários.

Para você que está procurando Bolsa de Estudo, temos bolsas de até 75% em mais de 1.200 faculdades de todo o Brasil. Encontre a sua Bolsa de Estudo clicando aqui.