Em um mundo voltado para a sustentabilidade em todos os aspectos, o Ochis Coffee está à frente com seus recém revelados óculos de sol feitos de café. Ao contrário das molduras de plástico padrão, estes óculos com aroma de café é biodegradável – de acordo com a empresa, eles se decompõem 100 vezes mais rápido que os vidros tradicionais e se tornam um fertilizante natural para as plantas.

A única coisa melhor do que uma manhã recebida com a luz do sol é o cheiro do café, o que faz com que o cheiro sutil de café desses óculos seja benéfico para todos. Os óculos elegantes podem ser adaptados para quaisquer lentes, ou os compradores podem selecionar uma das quatro opções UV coloridas. Em um design inovador, as hastes flexionam-se para caber confortavelmente em todas as formas da rosto, e as pontas auriculares podem ser dobradas para melhorar ainda mais o ajuste.

O cérebro por trás desses óculos de sol ecológicos é Max Gavrilenko, que quando criança observava como seu pai trabalhava em uma ótica. Gavrilenko queria fazer as coisas de forma diferente, e depois de uma extensa pesquisa e desenvolvimento, ele está prestes a lançar uma campanha no Kickstarter para financiar os primeiros cinco modelos sustentáveis ​​de óculos orgânicos.

Ochis Coffee não é o primeiro a se concentrar em óculos de sol sustentáveis. No entanto, enquanto a maioria das outras empresas tendem a se concentrar em produtos de bambu para os quadros, Gavrilenko e sua equipe desenvolveram um processo que elimina todo o petróleo, optando por um biopolímero feito de café moído, serragem de linho e uma cola natural feita de óleo de soja.

 campanha do Kickstarter vai ser lançada em breve. Enquanto isso, você pode se inscrever no site Ochis Coffee para receber notificações e descontos. 

Achou útil essa informação? Compartilhe com seus amigos! xD

Deixe-nos a sua opinião aqui nos comentários.

Para você que está procurando Bolsa de Estudo, temos bolsas de até 75% em mais de 1.200 faculdades de todo o Brasil. Encontre a sua Bolsa de Estudo clicando aqui.
Compartilhe:
Publicação anteriorFoi criado um robô que pode se auto-regenerar
Próxima publicaçãoCultivar no espaço será possível graças a um hormônio vegetal
24 anos, mineira de Itajubá, é estudante de sistemas de informação na UNIFEI (Universidade Federal de Itajubá). Ama compartilhar conhecimento e estar sempre bem informada sobre ciência e tecnologia. Atualmente é redatora no Engenharia é: e Estágio Online, desenvolve Site, Loja Virtual, Crawler(efetua busca de informações por toda a web) e muito mais. Também é especialista em aumentar o tráfego de seu negócio online. Entre em contato pelo número: +55 35 984127067