No sul de Minas Gerais, a cidade de Boa Esperança está prestes a fazer história. O município terá a primeira usina do Brasil a gerar eletricidade a partir de resíduos sólidos – tudo isso sem incineração!

Isso mesmo! O grande diferencial do empreendimento é que ele não vai queimar o lixo – ou seja, processo convencional que iria gerar uma grande quantidade de emissões para atmosfera. Invés disso, a usina produzirá energia elétrica a partir da gaseificação dos resíduos sólidos, uma tecnologia brasileira que, de acordo com a empresa responsável, tem taxa de emissão de poluentes baixíssima.

A empresa será comandada pela Furnas Centrais Elétricas e a obra deve ser entregue ainda em 2017, para que a usina entre em operação já em 2019.

Os primeiros testes já foram feitos e obtiveram sucesso em uma planta menor no município de Mauá, localizada no interior de São Paulo.

A ideia é que a nova usina seja conectada à rede da Cemig (Companhia Energética de Minas Gerais), a fim de garantir o fornecimento de energia elétrica às instalações públicas da cidade. Ainda de acordo com Furnas, o empreendimento tem capacidade para gerar 1 MW de eletricidade por mês, podendo assim suprir até 25% da demanda energética do município.

Além de reduzir os gastos com energia elétrica, a prefeitura vai resolver um outro grande problema da cidade: a geração de lixo, uma vez que toda a produção de resíduos sólidos vai ser destinada à usina.

Nós do Engenharia é: torcemos para que o projeto tenha êxito quanto esperam os envolvidos e que tenham a intenção é expandi-lo para outras cidades do país.

Cá entre nós, será o fim da necessidade de aterros sanitários?

Achou útil essa informação? Compartilhe com seus amigos! xD

Deixe-nos a sua opinião aqui nos comentários.