Os habitantes da Holanda usam aproximadamente 180 mil toneladas de papel higiênico por ano. Isso equivale a muitas árvores. Em contrapartida os holandeses são um dos povos que mais usam bicicletas no mundo, pensando nisso eles estão aproveitando o papel usado para produzir asfalto para ciclovias.

O trecho da estrada, com cerca de 0,6 milhas de extensão, conecta Leeuwarden à cidade de Stiens. É a primeira faixa de bicicleta no mundo a ser pavimentada com papel higiênico.

Antes da aplicação, o material passa por um moderno sistema de reciclagem de resíduos. Então, não se preocupe, você não vai pedalar literalmente em cima de dejetos com mau cheiro.

Processo

As fibras de papel são retiradas das águas residuais por uma peneira industrial, são levadas a uma estação de tratamento de resíduos vão ser filtradas, limpas e esterilizadas a temperaturas muito altas.

Como resultado é gerado um material esponjoso que pode ser acrescentado à composição do asfalto. Ele ajuda a dar mais permeabilidade ao solo, aumentar a absorção de água da chuva e a durabilidade da pista. Segundo os desenvolvedores, o produto pode ser usado ainda para fabricar bioplásticos e outros materiais de construção.

O que falam sobre o asfalto

“É uma idéia estranha para as pessoas ter [papel higiênico] na estrada”, diz Michiel Schrier, governador provincial da Frísia. “Mas quando eles circulam sobre ele ou sentem, eles podem ver que é um asfalto normal.” Ainda é cedo demais para dizer se os produtos do papel higiênico reciclado se tornarão vão ser aplicados em toda Holanda.

Quanto papel higiênico seria necessário para toda a Holanda?

Para reparar todas as estradas na Holanda, seriam necessários 15 mil toneladas de fibra. Apenas de papel higiênico, isso não seria possível. Mas, usando celulose terciária de outras fontes de resíduos, como fraldas e caixas de bebidas, poderiam ser criados dois milhões de toneladas.

Achou útil essa informação? Compartilhe com seus amigos! xD

Deixe-nos a sua opinião aqui nos comentários.