Engenharia de Produção: salários e mercado

É função do engenheiro de produção planejar, projetar e gerenciar sistemas organizacionais que envolvem recursos humanos, materiais, tecnológicos, financeiros e também, ambientais. Aliado ao conhecimentos técnicos e gerenciais para otimizar o uso de recursos da cadeia produtiva e diminuir os custos de produção de bens e serviços. Preocupa-se muito com o desempenho econômico eficaz que seja ambientalmente sustentável e responsável.

Principais áreas de atuação  do Engenheiro de Produção:

– Controle de qualidade
– Engenharia do trabalho
– Desenvolvimento organizacional
– Planejamento e controle
– Produção mecânica
– Produção de materiais
– Produção química
– Produção elétrica
– Produção civil

Estágio obrigatório?

Sim

Quem recruta estagiários  de Engenharia de Produção?

– Empresas de todos os setores.
– Indústrias.
– Consultorias.
– Instituições financeiras.

Melhor época do ano para procurar estágio   na  área de Engenharia de Produção?

Ainda que as oportunidades apareçam durante o ano todo, é recomendável no começo de cada semestre, pois o aluno pode se planejar para conciliar as atividades acadêmicas com o estágio.

Momento ideal para iniciar estágio  em Engenharia de Produção?

Normalmente após a conclusão do período básico da graduação e início do profissionalizante, por volta do quinto ou sexto semestre.

Atividades do estágio  para Engenharia de Produção:

– Apoio às áreas de qualidade, finanças, processos, ergonomia, entre outras.
– Atividades na área de PCP (planejamento e controle da produção), acompanhando operação, manutenção e melhoria dos sistemas produtivos.

Profissionais no mercado

17.850

Exigências para atuar na profissão

– Ter diploma de graduação em Engenharia de Produção.
– Estar registrado no Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia (Crea).

Regulamentação

Lei nº 5.194, de 24 de dezembro de 1966, Resolução nº 280, de 24 de junho de 1983, e Resolução nº 288, de 7 de dezembro de 1983.

Ganho inicial (média mensal)

R$ 2 mil

Ganho escalão intermediário (média mensal)

R$ 5 mil

Ganho no auge (média mensal)

R$ 12 mil

Quer saber mais sobre Engenharia de Produção? Acesse nosso Guia de Engenharia clicando aqui 

 

Imagem de Shutterstock 

 

Fontes: Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep)/Ministério da Educação (MEC), Conselho Federal de Engenharia, Arquitetura e Agronomia (Confea); Catho Online.

Achou útil essa informação? Compartilhe com seus amigos! xD
Deixe-nos a sua opinião aqui nos comentários.

 

ademilson ramos avatar Ademilson Tiago de Miranda Ramos – FacebookTwitterInstagram – LinkedIn Google Plus
Estudante de Engenharia Elétrica e Criador do Engenharia é: