No próximos anos, as empresas pretendem continuar investindo em qualidade no quadro de funcionários e redução de custos para garantir a competitividade quando o cenário econômico apresentar uma melhora. As contratações devem acontecer em ritmo moderado e seletivo, e quem pretende conquistar uma recolocação no mercado de trabalho deve ter flexibilidade, conforme aponta o Guia Salarial 2017 da consultoria Robert Half.

Para o estudo, a Robert Half entrevistou 100 diretores de Recursos Humanos e 83% deles afirmaram que manterão as contratações durante todo o ano. Confira as 8 áreas que estarão em alta nos próximos anos:

1 – Finanças e contabilidade

O controle de custos e as análises financeiras serão ainda mais rigorosos, para que a direção executiva possa tomar decisões com base em dados concretos e confiáveis.

Profissionais poderão encontrar oportunidades nas áreas fiscal, contábil, controladoria e auditoria. E os setores em destaque são exportação, setor farmacêutico, agronegócio, indústria da beleza e tecnologia.

2 – Mercado Financeiro

Profissionais com conhecimento específico em mercado financeiro poderão encontrar oportunidades em fintechs, meios de pagamento, fundos de private equity e reestruturação de crédito. As principais demandas são para as áreas de compliance(responsável por garantir o cumprimento de normas dentro da companhia), auditoria e controles internos.

3 – Vendas e Marketing

Com o objetivo de gerar demanda sem mexer no preço, o desafio do profissional de vendas e marketing será provar que é capaz de criar novas oportunidades em um cenário econômico não muito favorável. Conquistarão esse espaço, os profissionais de marketing que apresentarem profundo conhecimento técnico, visão estratégica, perfil analítico e boa comunicação.

4 – Recursos Humanos

Os próximos anos serão voltados para resultados e redução de custos, o que demandará da área de Recursos Humanos ações que tenham efeito no curto prazo. Nesse sentido, os profissionais que trabalham com desenvolvimento de pessoas serão requisitados a implantar técnicas que consigam extrair a máxima performance das equipes.

Principais demandas para atuar nas funções de coordenador, gerente de RH, analista de folha de pagamento e departamento pessoal, generalista, analista sênior de remuneração e benefícios. Os segmentos em destaque são de energia, startups de tecnologia e setor farmacêutico.

5.Engenharia

A engenharia sempre foi um dos campos mais importantes do conhecimento humano. Graças a ela, grandes obras da humanidade foram construídas: Aquedutos romanos, Pirâmides do Egito, Parthenon e os grandes arranha-céus da atualidade. E vai continuar sendo muito importante.

Não só de construção civil, mas na parte tecnológica e de geração de energia limpa que são tendências. E todas essas áreas são da engenharia, então só podemos ter certeza que não faltarão empregos para os engenheiros nos próximos anos.

6.Jurídico

Desde 2016, em virtude de alterações de legislação e necessidade de adequação por parte das empresas, viu-se uma valorização da área de compliance e muitos profissionais buscaram especializar-se no segmento. A área tributária permanece valorizada, especialmente para profissionais que dominam planejamento tributário, trazendo, junto com a área financeira uma importante fonte de redução de custos para as empresas.

As áreas mais demandadas são de contencioso cível, consultoria tributária, advogado generalista, consultivo e contencioso trabalhista e sócios, e os setores em destaque são tributário, cível, trabalhista e concorrencial e compliance.

7 – Seguros

Com demanda em ramos elementares e oportunidades para atuar com startups e e-commerces, as estruturas de seguros passam por uma transformação. Grandes fundos enxergaram no mercado securitário uma oportunidade de investimento em produtos mais rentáveis, como ramos elementares, riscos de engenharia e responsabilidade civil

8 -Tecnologia

O setor de tecnologia terá oportunidades em destaque nas carreiras de gerente de projetos, Devops, consultor funcional, analista de negócios, gerente de tecnologia voltado à inovação e analista de suporte em empresas mobile e web, startups em geral, fintechs e varejo.

As empresas terão que, cada vez mais, investir em recursos tecnológicos para manterem-se competitivas, uma vez que, a tecnologia é a responsável pela transformação dos negócios. Por isso, o setor de tecnologia deixa de ser visto apenas como um departamento de suporte para ser projetado à posição estratégica em organizações e abre espaço para profissionais qualificados.

Achou útil essa informação? Compartilhe com seus amigos! xD

Deixe-nos a sua opinião aqui nos comentários.

Para você que está procurando Bolsa de Estudo, temos bolsas de até 75% em mais de 1.200 faculdades de todo o Brasil. Encontre a sua Bolsa de Estudo clicando aqui.