O aumento das vendas no ano passado é provavelmente devido a uma súbita subida da demanda pelo Modelo X, que está se tornando muito popular no país. Esta é uma grande conquista, já que a empresa enfrentou algumas questões em seus estágios iniciais na China; mas sendo uma grande perspectiva comercial, a montadora não queria desistir do sonho do carro elétrico na China!

Quando falamos sobre o cenário do carro elétrico na China, é inevitável tocar o tema da sustentabilidade. A qualidade do ar na China atingiu valor mínimo de todos os tempos no ano de 2017. As camadas de poluição atmosférica tornaram-se tão espessas e perigosas que afetaram 460 milhões da população chinesa.

Já é hora da China buscar maneiras de reduzir a poluição. Sendo o país mais povoado do mundo, a China tem uma enorme quantidade de veículos que funcionam com combustíveis fósseis. Assim, a China concentrou seus esforços na adoção de veículos elétricos.

O governo chinês já está investindo bilhões de dólares na promoção de EVs. O governo já planejou instalar 800 mil pontos de recarga em todo o país. Em 2016, o país registrou 336 mil novos veículos elétricos em oposição ao escasso número de 160 mil registros nos EUA. Aqui é onde Tesla entra com seus carros elétricos. Até agora, Tesla ganhou mais de 2 bilhões de dólares.

Mas, a empresa não está apenas se concentrando em vender mais carros. O fabricante de automóveis elétricos está interessado em construir mais estações de recarga e estações de serviço por toda a China.

Para reduzir o custo, Tesla pensa em construir uma fábrica na China. Mas os sistemas de regulamentação chineses são um pouco mais complicados do que parecem. Quando um fabricante estrangeiro quer vender carros na China, eles podem fazê-lo apenas de duas maneiras:

Eles podem provavelmente fazer uma parceria com um parceiro chinês. A vantagem deste acordo é que eles não terão que pagar uma taxa elevada de impostos. A desvantagem é que a empresa estará em uma posição em que terá que compartilhar seus segredos comerciais com os parceiros.

O segundo método é adaptado de tal forma que o fabricante pode manter seus segredos seguros, mas eles terão que pagar uma taxa considerável alta pelo mesmo.

No momento, Tesla fez um acordo preliminar com o governo municipal de Xangai. A empresa terá a propriedade exclusiva da fábrica, mas terá que pagar as devidas taxas a menos que negocie uma isenção. A Tesla espera implementar tudo até o final do ano e iniciar o processo de produção em 2019.

Achou útil essa informação? Compartilhe com seus amigos! xD

Deixe-nos a sua opinião aqui nos comentários.