Imagem: divulgação

Se você largar o telefone e a tela se quebrar, geralmente você tem duas opções: Conseguir reparar ou substituir o telefone.

Químicos da Universidade da Califórnia em Riverside inventaram o que poderia se tornar uma terceira opção: um material de tela do telefone que pode se auto reparar.

Os pesquisadores realizaram vários testes com o material, incluindo sua capacidade de se reparar cortes e arranhões.

O material, que pode esticar até 50 vezes o seu tamanho original, é feito de um polímero esticável e um sal iônico. Ele possui um tipo especial de ligação chamada interação íon-dipolo, que é uma força entre íons carregados e moléculas polares. Isto significa que quando o material quebra ou tem um arranhão, os íons e moléculas atraem um ao outro para “curar” o material.

998-19870262_300x250_GMA-US

Esta é a primeira vez que cientistas criaram um material auto-reparador que pode conduzir eletricidade, tornando-o especialmente útil para uso em telas de celular e baterias, diz Wang.

Alguns Smartphones da LG, já tem um material semelhante em suas capas traseiras. Mas este material não pode conduzir a eletricidade, então os fabricantes não podem usá lo para telas.

A maioria das telas do telefone tem uma grade de eletrodos embaixo, e quando você toca nela, seu dedo (que também é condutor) completa um circuito, dizendo ao telefone o que fazer.

Wang prevê que este novo material de auto-reparo será usado para telas de telefone e baterias até 2020.

Achou útil essa informação? Compartilhe com seus amigos! xD

Deixe-nos a sua opinião aqui nos comentários.