A Xenoma, empresa japonesa de tecidos inteligentes, apresentou na CES 2018 um pijama que pode ajudar a vida de quem está no hospital.

O foco são os pacientes com algum tipo de demência, por exemplo. A roupa, por sua vez, ajudará a monitorar a pessoa, sem que seja necessário manter um profissional do hospital sempre no quarto.

A tecnologia está configurada na camisa e na calça. Sensores instalados na região do quadril e das pernas detectam se o paciente está se movendo. Já os que estão acoplado na camisa servem para monitorar os sinais vitais. Além do mais, há a possibilidade de conexão com um aparelho de eletrocardiograma.

Conectividade direta

A empresa japonesa diz que não há necessidade de gel ou líquido para que os sensores se conectem com o corpo do paciente e leiam os sinais, como acontece nos exames de ultrassom.

A roupa aguenta até 100 lavagens antes de apresentar algum desgaste, segundo especificações da fabricante. O conjunto, inclusive, já está em teste em um hospital na Alemanha.

A expectativa é que esses pijamas estejam liberados para o mercado em 2020, com preço médio de US$ 100.

SONY DSC

Achou útil essa informação? Compartilhe com seus amigos! xD

Deixe-nos a sua opinião aqui nos comentários.