Cientistas finalmente criaram um filme ultraflexível que pode emitir luz laser. Isso por si só já é muito interessante, mas os desenvolvedores da tecnologia foram além e aplicaram a tecnologia em lentes de contato, demonstrando a possibilidade de lentes de raio laser.

Mas vamos lembrar você para não sair correndo por aí para comprar as suas lentes, saiba que o poder do laser não é grande o suficiente para causar qualquer estrago. Os pesquisadores dizem que a tecnologia tem potencial para ser usada como etiquetas de segurança que podem ser colocadas no olho ou até um tipo de código de barras laser. Interessante, não é?

As membranas que contêm o material têm menos de um milésimo de milímetro de espessura e são flexíveis, o que significa que elas podem facilmente ser aplicadas no material das lentes de contato.

Quando iluminada por outro laser, ela emite uma luz laser própria, com comprimentos de ondas que variam entre 420 e 700 nm (nanômetro). O material pode ser ajustado para emitir comprimentos de onda específicos, e até emitir luz como a série de “uns” e “zeros” de um código de barras. Esta tecnologia poderá ser utilizada em notas de dinheiro e passaportes para impedir fraudes.

Esta luz laser tem apenas um nanowatt, isto é, um bilhonésimo de um watt. Ela não é remotamente suficiente para fornecer energia para uma pequena luz. Mas é o suficiente para ser captada por um scanner, o que a torna excelente para etiquetas de segurança, de acordo com seus pesquisadores.