Sabemos que o universo está se expandindo, mas não podemos explicar como ou concordar com a rapidez. Isso é o que as pessoas boas do SciShow Space explicam neste vídeo .

Os astrônomos ficaram muito bons em calcular o quão rápido esta expansão está acontecendo. Existem dois métodos principais para medir isso: observar objetos astrofísicos ou usar as leis da física para extrapolar.

Mas esses métodos não se  concordam. E de acordo com um novo estudo que pode não ser um erro: os números podem ser diferentes.

Uma das formas de calcular essa expansão é calcular as distâncias das estrelas chamadas cefeidas. Em um novo estudo, os pesquisadores analisaram 70 cefeidas de uma galáxia anã vizinha.

Eles descobriram que o universo estava se expandindo a uma taxa de 74,3 km /s/ Mpc. O número está de acordo com outras descobertas anteriores.

No entanto, entra em conflito com outras medições. Um conflito é do estudo de fundo de microondas cósmico (CMB).

Esta é a luz mais antiga do universo que a humanidade jamais verá. Ajudou a descobrir o quão rápido o universo estava se expandindo 13 bilhões de anos atrás.

Eles também usaram as taxas para extrapolar a rapidez com que o universo está se expandindo agora e o resultado é diferente dos dados baseados em cefeida. Agora, nós temos um enigma, mas vamos deixar o SciShow Space explicar este problema. 

Achou útil essa informação? Compartilhe com seus amigos! xD

Deixe-nos a sua opinião aqui nos comentários.

Quer ficar por dentro do assunto Smart City, o mais falado no Brasil e no mundo? Deixe seu e-mail e receba em primeira mão! clicando aqui.