O anúncio do primeiro gato clonado pela empresa Sinogene veio nesta quinta-feira, depois que um jovem de 23 anos conseguiu “recuperar” seu animal de estimação que morreu sete meses atrás. O animal nascido em julho deste ano atinge uma similaridade “em mais de 90%” com o original, segundo seu dono.

O jovem Huang Yu, dono do Garlic – o gato clonado – ficou feliz com esse avanço científico e espera ter a mesma personalidade do animal de estimação que perdeu.

O Garlic é o primeiro gato clonado, uma conquista que a empresa obtém após ter clonado com sucesso cerca de 40 cães desde 2017. Da empresa, eles explicam que por uma quantia de 35 mil dólares, você pode trazer um gato de volta a vida, enquanto com cães o valor sobe para 53 mil dólares.

Embora a clonagem de animais não seja algo tão estranho na ciência, conseguir isso com um felino pode trazer novos avanços em questões como a clonagem de pandas.

Chen Dayuan, especialista da Academia Chinesa de Ciências, disse no mês passado que sua agência estava estudando para clonar um panda usando um gato como mãe transportadora. Embora um panda seja muito maior que um gato na idade adulta, seu nascimento é semelhante ao tamanho de um desses gatos e a gestação dura entre dois e três meses.

O primeiro animal clonado que causou revolução no mundo foi a ovelha Dolly, que em 1996 se tornou o primeiro mamífero de sucesso criado dessa maneira.

Achou útil essa informação? Compartilhe com seus amigos! xD

Deixe-nos a sua opinião aqui nos comentário.

Temos diversas bolsas de estudo em mais de 1.200 faculdades de todo país, confira aqui: https://engenhariae.com.br/bolsas-estudo