Superlua deste mês será a maior em quase 70 anos

(Imagem: Sergei25/Shutterstock.com)

Este mês acontecerá um grande evento: a maior superlua, até o momento, do século XXI! Isso é quando a Lua estará o mais próxima da Terra que foi desde janeiro de 1948.

Durante o evento, que ocorrerá nas vésperas de 14 de Novembro, a Lua aparecerá 14% maior e 30% mais brilhante que uma Lua cheia comum. Isto será o mais próximo que a Lua chegará da Terra até dia 25 de Novembro de 2034, então você realmente não quer perder essa oportunidade.

Então como conseguimos uma superlua?

Como a NASA explica, por motivos da Lua ter uma órbita elíptica, um lado – chamado de perigeu – está aproximadamente 48.280 Km mais perto da Terra que o outro lado (o apogeu).

Quando o Sol, a Lua, e a Terra se alinham enquanto a Lua orbita a Terra, é um arranjo conhecido como syzygy (definitivamente algo que você quer manter no seu bolso traseiro para o seu próximo jogo de Scrabble).

Quando o sistema Terra-Lua-Sol se alinha com o perigeu virado para nós, e a acontece da Lua estar do lado oposto da Terra em relação ao sol, nós chamamos de perigeu-syzygy.

Isto faz com que a Lua aparente estar maior e mais brilhante no nosso céu como usualmente, e é isso que nós nos referimos como uma superlua – ou mais tecnicamente, uma lua perigeu.

Superluas não são tão incomuns – nós acabamos de ter uma dia 16 de Outubro, e depois da super-superlua do dia 14 de Novembro, teremos mais uma dia 14 de Dezembro.

Mas por motivos da Lua de 14 de Novembro ficar cheia em torno de 2 horas no perigeu, ela aparecerá como a maior nas últimas sete décadas.

“A Lua cheia de 14 de Novembro não será apenas a mais próxima de 2016, mas também será a Lua cheia mais próxima até o momento no século 21,” diz a NASA. “A lua cheia não voltará a ficar tão perto da Terra novamente até 25 de Novembro de 2034”.

Dependendo de onde estiver vendo, a diferença entre a superlua e uma lua regular pode ser grande, ou bem difícil de diferenciar. Se a Lua se manter alta, e você não tiver prédios ou referenciais para comparar, pode ser complicado de dizer que ela é maior que a habitual.

Mas se você estiver vendo de um ponto onde a Lua esteja perto do horizonte, poderá criar o que chamamos de “moon illusion”.

“Quando a lua está próxima do horizonte, pode parecer anormalmente grande quando vista através de árvores, edifícios ou outros objetos no plano,” diz a NASA. “O efeito é uma ilusão de óptica, mas esse fato não estraga a experiência.”

Durante o evento, que acontecerá na véspera de 14 de novembro, a Lua aparecerá até 14 por cento maior e 30 por cento mais brilhante do que uma média lua cheia. Este é o mais próximo que a Lua chegará à Terra até 25 de novembro de 2034, então você realmente não quer perder esta.

Então, como você começa um supermoon?

Como a NASA explica, porque a Lua tem uma órbita elíptica, um lado – chamado perigeu – está a cerca de 48.280 km (30.000 milhas) mais próximo da Terra do que o outro lado (o apogeu).

Quando o Sol, a Lua e a Terra se alinham quando a Lua orbita a Terra, isso é conhecido como syzygy (definitivamente algo que você quer manter no seu bolso traseiro para o seu próximo jogo de Scrabble).

Quando este sistema Terra-Lua-Sol ocorre com o lado perigee da Lua de frente para nós, e a Lua acontece estar no lado oposto da Terra do Sol, nós começamos o que é chamado um perigeu-syzygy.

Isso faz com que a Lua apareça muito maior e mais brilhante no nosso céu do que o habitual, e é referida como uma super-lua – ou mais tecnicamente, uma lua perigeu.

Supermoons não são tão incomuns – tivemos apenas uma em 16 de outubro, e depois da super-supermoon de 14 de novembro, teremos outra em 14 de dezembro.

Mas porque a lua de 14 de novembro fica cheia em cerca de 2 horas de perigeu, ela vai parecer a maior que tem em quase sete décadas.

“A lua cheia de 14 de novembro não é apenas a lua cheia mais próxima de 2016, mas também a lua cheia mais próxima até hoje no século 21”, diz a NASA. “A lua cheia não chegará tão perto da Terra novamente até 25 de novembro de 2034.”

Dependendo de onde você está vendo, a diferença entre um supermoon e uma lua cheia regular pode ser difícil, ou difícil de dizer. Se a Lua está pendurada em cima, e você não tem prédios ou marcos para compará-lo, pode ser complicado dizer que é maior do que o normal.

Mas se você está vendo de um ponto onde a Lua está sentada mais perto do horizonte, pode criar o que é conhecido como “ilusão da lua”.

“Quando a lua está perto do horizonte, pode parecer anormalmente grande quando visto através de árvores, edifícios ou outros objetos de primeiro plano”, diz a NASA. “O efeito é uma ilusão de ótica, mas esse fato não tira a experiência”.

Se você está planejando ver a superlua de 14 de novembro, não se esqueça de chegar em algum lugar agradável e escuro, longe das luzes da cidade, se você puder.

Você terá algumas ótimas oportunidades para tirar fotos com o seu telefone durante a noite, mas se você quiser vê-lo em seu absoluto maior, é esperado para atingir o pico da sua fase completa de 14 de novembro às 22:52 (horário de Brasília, com horário de verão).

Veja abaixo uma amostra do que está por vir:

Obs:. *No artigo da Science Alert contém um erro no horário dizendo que o pico da fase da lua será as 10:52 da manhã (8:52am EST).

Via: Science Alert e Universo Racionalista.

Achou útil essa informação? Compartilhe com seus amigos! xD

Deixe-nos a sua opinião aqui nos comentários.

 

Quer ficar por dentro do assunto Smart City, o mais falado no Brasil e no mundo? Deixe seu e-mail e receba em primeira mão! clicando aqui.