A preparação para realizar a prova de vestibular exige de cada aluno dedicação, esforço e determinação. É uma longa maratona de estudos e noites mal dormidas. Não é mesmo? Mas, a pergunta que não quer calar: existe vestibular mais fácil? A  resposta é: sim.

De acordo com especialistas do setor, cada processo seletivo possuí suas variáveis, dificuldades e facilidades. Isso porque cada prova de vestibular é realizada conforme a exigência da universidade em questão. Porém, eles afirmam que o que faz o vestibular “fácil” é a concorrência. Por isso, o vestibular de inverno é considerado mais fácil do que o vestibular de verão, pois no último possui um número maior de alunos disputando uma vaga do que no primeiro.

Confira o ranking de vestibulares que são considerados mais fáceis de passar:

1- Em primeiro lugar está o curso de pedagogia na Universidade Estadual do Piauí (UESPI).

2-Curso de horticultura na Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS).

3-Pedagogia na Universidade Federal do Piauí (UFPI) aparece em terceiro lugar no ranking.

4-Lestras na Fundação Universidade Federal do Palpa (Unipampa).

5-Também o curso de letras na Universidade Federal de Alagoas (UFAL).

6- Pedagogia na Universidade Federal do Mato Grosso do Sul (UFMS).

7-  Alimentos no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (IFMA).

8- Também na Universidade Federal de Mato Grosso (UFM) aparece o curso de letras.

9-Matemática no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Piauí (IFPI).

10- Produção de grãos no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul (IFRS).

11- Matemática na Universidade Federal do Amazonas (UFAM).

12- Geografia na Universidade Federal de Pelotas (UFPEL).

13- Sistemas para internet no Instituto Federal de Mato Grosso do Sul (IFMS).

14- Pedagogia na Universidade Federal de Goiás (UFG).

Aquele velho dilema, pode ser fácil entrar, mas pra sair…

Imagem de bibiphoto / Shutterstock.com

Achou útil essa informação? Compartilhe com seus amigos! xD

Deixe-nos a sua opinião aqui nos comentários.