A WEG, sediada em Jaraguá do Sul, Santa Catarina, líder na produção de motores elétricos, começa a entregar os primeiros respiradores para atender aos pacientes da pandemia do novo Coronavírus, Covid-19, em todo o país e assim reduzir a dependência da compra desses equipamentos da China. A WEG fechou um acordo para produzir respiradores com a Leistung Equipamentos, empresa de origem argentina, mas que também tem unidade fabril na mesma cidade de Jaraguá do Sul, desde o ano 2.000, e é especializada em ventilação mecânica para UTIs e emergências de hospitais.

O custo unitário de cada respirador será em torno de R$ 60 mil. É um valor bem inferior a compra de 200 respiradores feita pelo governo estadual catarinense da China, no início de março, ao custo unitário de R$ 165 mil, com valor total se R$ 33 milhões, pagamento à vista e que ainda não foram entregues. No Rio de Janeiro, cada aparelho teria o custo de até R$ 198 mil e o valor da compra ultrapassa a R$ 180 milhões, em três contratos, com três empresas diferentes. Só uma empresa entregou 52 aparelhos, quando era para ser entregue 400 unidades.

O diretor superintendente da WEG, Manfred Peter Johann, explica que a empresa está fazendo todo o esforço de adaptar uma planta industrial em Jaraguá do Sul – tem 10 plantas em diferentes países – para atender a essa necessidade urgente do país. “Só dependemos do recebimento de alguns eletrônicos e pneumáticos, muitos deles importados da China. Vamos resolver isso e entregar os aparelhos”.

Para viabilizar a produção, a WEG adaptou cinco fábricas para a produção de ferramentas, válulas metálicas, componentes plásticos, gabinetes metálicos e placas eletrônicas, um trabalho que envolveu mais de 100 colaboradores.

O acordo entre a WEG e a Leistung Equipamentos teve a participação da Federação das Indústrias de Santa Catarina, Fiesc e da Associação Catarinense de Medicina, ACM, com o objetivo de ampliar a disponibilidade nas Unidades de Terapia Intensiva do estado e do país de respiradores, aparelhos considerados cruciais nos casos graves da doença causada pela Covid-19.

Achou útil essa informação? Compartilhe com seus amigos! xD

Deixe-nos a sua opinião aqui nos comentários.