A Toyota está trabalhando no desenvolvendo de uma bateria de estado sólido e alta eficiência que pode ser completamente carregada em menos de 15 minutos.

A informação foi confirmada pelo vice-presidente da montadora, Keiji Kaita, em entrevista ao site de notícias especializadas, Automotive News.

A bateria, que por enquanto é um protótipo, usa um eletrólito à base de enxofre que transfere íons de lítio com mais eficiência entre eletrodos negativos e positivos. A empresa japonesa espera iniciar sua produção de maneira limitada em 2025.

“Nosso desafio atualmente é o desenvolvimento de um eletrólito que possa ser compactado e densamente e ainda assim permanecer flexível”, explica o executivo ao Automotive News.

Uma bateria de íons de lítio convencional, como a usada em nossos smartphones, por exemplo, usa um líquido ou gel como eletrólito – o meio que transporta os elétrons entre o ânodo e o cátodo.

Agora em uma bateria de estado sólido, este eletrólito é substituído por um sólido, o que diminui o risco de incêndio e permite que o ânodo da bateria seja feito de lítio metálico, no lugar do grafite usado hoje em dia. Com essa prática, uma bateria de estado sólido pode armazenar até 60% mais energia que uma bateria convencional de mesmo volume.

O eletrólito sólido, entretanto, precisa ser compactado sob alta pressão de maneira a reduzir os espaços entre as partículas para que íons e elétrons possam passar mais facilmente. Porém precisa ser flexível, uma vez que o ânodo se expande e se contrai durante a descarga.

O gargalo é que, quanto mais expansão e contração houver, mais as partículas de eletrólitos se deformarão, inibindo assim o fluxo de íons e elétrons e diminuindo o desempenho da bateria ao longo do tempo.

“A chave é desenvolver um material que não se deforme facilmente. Uma inovação pode vir de novos materiais”, acredita Kaita. A Toyota está desenvolvendo as baterias de estado sólido por meio da Prime Planet Energy & Solutions, uma joint venture com a Panasonic que iniciou suas operações em abril deste ano.

Hoje em dia, a Panasonic é fornecedora exclusiva de baterias cilíndricas para os veículos da Tesla. A idéia da nova empresa é desenvolver baterias prismáticas – retangulares – que são usadas mais amplamente na indústria e fornecê-las a quaisquer montadoras interessadas.

Além da Toyota, a Hyundai, Honda e Fisker estão pesquisando o desenvolvimento de baterias de estado sólido como uma maneira de acelerar a adoção em massa de veículos elétricos.

Achou útil essa informação? Compartilhe com seus amigos! 🙂

Deixe-nos a sua opinião aqui nos comentários.