Em se falando sobre inovação, sob o aspecto do progresso tecnológico e mesmo da sobrevivência de empresas e pessoas, é necessário também verificar-se o que o mercado de trabalho está exigindo de seus participantes atuais, ou mesmo ingressantes. Nos últimos anos, intensas modificações foram acontecendo, provocadas pela introdução das tecnologias disruptivas e pela velocidade com que elas estão influenciando nossas vidas.

Vamos dar uma olhada nisto? Pois bem, vejamos as mudanças que aconteceram de 2015 para 2020 (apenas cinco anos…), em relação às principais características exigidas pelo mercado de trabalho:

2015 2020
Resolução de problemas complexos Resolução de problemas complexos
Pensamento Crítico Coordenação em conjunto com outros
Criatividade Gestão de pessoas
Gestão de pessoas Pensamento Crítico
Coordenação em conjunto com outros Negociação
Inteligência Emocional Controle de Qualidade
Capacidade de julgamento e decisão Orientação para a tarefa
Orientação para a tarefa Capacidade de julgamento e decisão
Negociação Capacidade de ouvir
Flexibilidade cognitiva Criatividade

 

Você pode reparar, caro leitor, cara leitora, que não priorizei umas em detrimento de outras. Assim o fiz, porque as considero todas importantes… Mas, se tentarmos priorizar, veremos que, em primeiro lugar, em ambas as situações, a mais importante e necessária é a “resolução de problemas complexos” – o que me parece natural, pois com a velocidade com que as coisas estão acontecendo, novos e mais complicados. problemas estão aparecendo… Compare a vida atual, rápida, virtualizada, pressionante, com a de nossos avós, em que tudo estava mais ou menos previsível! São bem diferentes as situações – se forem boas ou más, é o que temos atualmente, e então temos que desenvolver uma grande facilidade de adaptação e resiliência para termos chance de sucesso em nossos tempos atuais. Não é verdade?

É interessante também reparar que agora, em 2020, há uma forte ênfase nas características iniciais da tabela (mais importantes?) nos aspectos do comportamento humano – coordenação conjunta, gestão de pessoas, negociação, e mesmo com novas “pitadas”, como Controle de Qualidade e, principalmente, capacidade de ouvir (e como esta é rara…). É como se houvesse, em um mundo cada vez mais automatizado, uma maior necessidade de humanismo…

Enfim, as tabelas acima podem nos levar a muitas reflexões, não é? Coloquei apenas duas das várias que estão “pintando” na literatura, e que em minha opinião são bastante genéricas… O que acho importante é que cada um de nós reflita como estamos nos saindo em relação a essas características mostradas, procurando melhorar nas que acharmos que ainda não estamos bem… 

No entanto, tendo labutado durante muitos anos no sistema educacional, desde o nível técnico até o superior, com algumas incursões no ensino médio, posso afirmar com certeza que não estamos preparando, de modo geral, nossa juventude para este novo mundo, que exigirá dela todas estas características, e que mudarão com o tempo, como vimos o que aconteceu de 2015 a 2020. Então, é necessário um repensar profundo em nossos métodos educacionais, tanto na academia quando no ambiente familiar. Não é verdade? 

Achou útil essa informação? Compartilhe com seus amigos! xD

Deixe-nos a sua opinião aqui nos comentários.