Deve o engenheiro ser inovador?

Interessante! Os conceitos de engenharia e inovação, quando vistos em conjunto, apresentam tantos pontos em comum que é possível afirmar, com certeza, que o engenheiro, por natureza, deve ser um inovador…

Por quê? Vamos lá… O engenheiro, por definição, é aquele que utiliza seus conhecimentos e habilidades para “converter recursos naturais para criação de algo que atenda as necessidades humanas”. Já inovação é o “lançamento de algo novo, comercialmente bem sucedido, que atende a uma necessidade específica do mercado” (logo, também da sociedade…)

E aí está! O engenheiro e o inovador apresentam total convergência em suas funções, focadas que são em uma clara visão de serviço e evolução da sociedade. Assim, este é um ponto a considerar por nós, que trabalhamos com engenharia: devemos sempre estar preocupados em inovar, desenvolvendo cada vez mais melhores e modernas soluções para os problemas da sociedade…

 

Quer ficar por dentro do assunto Smart City, o mais falado no Brasil e no mundo? Deixe seu e-mail e receba em primeira mão! clicando aqui.
Compartilhe:
Publicação anteriorQuais são os fundamentos da inovação?
Próxima publicaçãoO engenheiro e a “Cabeça Inovadora”
É graduado em Engenharia Elétrica (Instituto Nacional de Telecomunicações – INATEL), e pós-graduado em Docência do Ensino Superior em Educação. Foi professor, desde 1964, em diversos cursos técnicos, de engenharia, e de extensão, em diversas áreas técnicas, bem como em empreendedorismo e inovação. Também criou e coordenou diversas atividades ligadas ao desenvolvimento do empreendedorismo, no Inatel. Atualmente participa de programas de extensão e pesquisa ligados ao empreendedorismo, criatividade e inovação.