Vou iniciar este nosso papo semanal voltando a citar a famosa frase de Abraham Lincoln: “O melhor meio de prever o seu futuro é criando-o”. Legal, não? Significa que nosso futuro, além de previsível, mesmo sem “bolas de cristal”, está em nossas mãos, e pode ser construído por nós mesmos. Que bom!

 E a pandemia do Coronavírus, que mais uma vez nos mostra como somos insignificantes frente à força da natureza, nos permite também, como seres inteligentes que somos, descobrir sinais que podem nos indicar novos caminhos para um futuro melhor, mais humano e progressista…

Confesso que tenho pensado muito neste assunto, e gostaria estão de compartilhar algo do que tenho refletido a respeito, mas sem esgotar o assunto (impossível, creio eu, por ser tão vasto…). Mas, como acho que nosso modo de viver e de se relacionar vai se transformar de modo intenso, fico pensando em:

O que aprendemos com a vivência de tempos tão difíceis e tão fora das realidades nas quais sempre vivemos? Conseguiremos crescer, ou estagnaremos como pessoas? No que erramos e/ou acertamos? Aprendemos com nossos erros e acertos? 

Seremos mais solidários e empáticos, ou nos fecharemos ainda mais?

Saberemos utilizar melhor os fantásticos meios de comunicação que nos estão disponíveis, as redes sociais, de modo melhor, mais produtivo, e mais humano?

Mudaremos nossos hábitos de consumo, consumindo apenas o necessário e salutar, diminuindo o consumismo desenfreado, e de coisas realmente supérfluas? 

Sob o ponto de vista financeiro, sempre reservaremos algo para as necessidades básicas, para nos precavermos de outras crises que seguramente virão nos visitar? Vamos desenvolver bons hábitos em relação às finanças pessoais?

Nossas empresas vão se reinventar, criando plataformas digitais cada vez melhores e eficazes? Afinal, o mundo está se digitalizando de modo irrevogável…

O comercio “on line” será o predominante. As lojas “físicas” deverão continuar a existir, mas para servirem principalmente como pontos de mostruário e experimentação…

O sistema de “delivery” vai crescer e se consolidar. Estaremos preparados para isso, como empresários e consumidores?

Então, estaremos estudando e nos preparando para este “mundo digital”?

As profissões vão se alterar radicalmente, mas sempre necessitando de maior qualificação… E sempre haverá necessidade de treinamento contínuo.

O sistema escolar vai ter que se adaptar ao novo mundo, com teleaulas, atividades diversas que levem a uma maior realidade, e estreito contato com o setor produtivo…

Teremos percebido a nossa insignificância face à natureza, e aí nos colocaremos de fato como parte dela, respeitando-a e valorizando-a?

Enfim, são alguns pensamentos que tenho tido, deixando uma variedade de outros para que você, prezada leitora e prezado leitor, dentro de suas realidades, possa acrescentar algo mais… O importante é que temos que melhorar no mundo novo que se aproxima!

Achou útil essa informação? Compartilhe com seus amigos! 🙂

Deixe-nos a sua opinião aqui nos comentários.