“E por falar em participação no mundo…”

O jovem de hoje “busca mobilidade, ambiente compartilhado, e desenvolver novos ‘skills”. Então, no ambiente escolar, reparamos isto na sua inquietude em sala de aulas, nos seus olhares constantes a celulares ou ‘lap top’s’, nas suas constantes entradas e saídas da aula e tentativa de conversa com colegas, e em outros tipos de comportamento que prejudicam demais as aulas formais.

O que ocorre é que ele não tem paciência com ambientes normatizados durante muito tempo… Na realidade, ele tem necessidade de interagir com outras  pessoas, para discutir e validar, ou não, suas ideias e visões, e aprender com elas.

Não tem jeito: é assim mesmo! E o que fazer então? Em suas aulas, o bom professor pode gerar atividades diferentes para atender a esta natural necessidade de seus alunos.

Por exemplo, deixando que eles discutam em conjunto um problema desafiador sobre a disciplina, comunicando suas soluções à turma e fomentando um debate a respeito.

A presença neste debate de outros professores, de áreas diversas, poderá enriquecer em muito esta atividade.

Uma excelente oportunidade de aprendizagem também é a visita de um convidado para participar desta atividade (ex-aluno? um profissional? uma pessoa interessante? Seria ótimo!…)

Quer ficar por dentro do assunto Smart City, o mais falado no Brasil e no mundo? Deixe seu e-mail e receba em primeira mão! clicando aqui.
Compartilhe:
Publicação anterior“Um pouco de prática…”
Próxima publicação“Oferecendo oportunidades de aprendizagem através da tecnologia…
É graduado em Engenharia Elétrica (Instituto Nacional de Telecomunicações – INATEL), e pós-graduado em Docência do Ensino Superior em Educação. Foi professor, desde 1964, em diversos cursos técnicos, de engenharia, e de extensão, em diversas áreas técnicas, bem como em empreendedorismo e inovação. Também criou e coordenou diversas atividades ligadas ao desenvolvimento do empreendedorismo, no Inatel. Atualmente participa de programas de extensão e pesquisa ligados ao empreendedorismo, criatividade e inovação.