O Brasil e nosso vizinho Argentina assinaram nesta sexta-feira (6) o acordo que prevê livre comércio de carros entre os dois países a partir de 2029.

O país é o maior cliente da indústria brasileira nesse setor, mas as vendas têm caído com a crise econômica que a argentina enfrenta nos últimos anos.

Isso tem impactado nos resultados das exportações de automóveis do Brasil, que caíram 41,5% no 1º semestre na comparação com o mesmo período de 2018.

Regra ‘flex’

O novo acordo deve começar a valer daqui a cerca de 1 mês, mas, enquanto não vigora o livre comércio, ele manterá o chamado sistema flex do acordo atual, fechado em 2016.

Ele prevê uma regra de comércio pela qual as exportações de carros e autopeças de um país para o outro não podem ultrapassar uma vez e meia o valor que esse país importa do vizinho. Ou seja, a cada US$ 1,5 exportado, é permitido importar US$ 1.

Com o novo acordo, Brasil e Argentina poderão aumentar gradualmente o nível das exportações, até o livre comércio começar a valer.

Achou útil essa informação? Compartilhe com seus amigos! xD

Deixe-nos a sua opinião aqui nos comentário.

Temos diversas bolsas de estudo em mais de 1.200 faculdades de todo país, confira aqui: https://engenhariae.com.br/bolsas-estudo