Proptech investiu em tecnologia e campanhas nas redes sociais para driblar a crise e viu disparar o faturamento nas vendas de lotes e casas

Adaptar, reinventar e recomeçar. A pandemia e o isolamento social quebraram muitos tabus em relação às compras online. O hábito de comprar comida, roupas, móveis, medicamentos e eletrônicos foi estendido até chegar ao mercado imobiliário, nos investimentos em imóveis e na aquisição da casa própria. 

Isso aconteceu porque a impossibilidade de realizar visitas presenciais fez com que algumas incorporadoras adaptassem o sistema, levando a experiência completa para o digital. Da publicidade online, escolha do imóvel, simulação e aprovação do crédito, negociação da proposta e assinatura do contrato digital, tudo pode ser feito à distância. 

O segredo para conquistar o cliente online é um processo bem estabelecido

Muito antes da pandemia, a Planet Smart City já investia no processo de compra digital, que inclui tour virtual, videochamada e assinatura eletrônica de contratos. 

Com o isolamento social, o sistema de atendimento à distância foi aprimorado e intensificado, uma vez que a equipe recebeu uma grande demanda de clientes impactados por campanhas online. Esses clientes chegam interessados em adquirir um lote ou casa em uma das cidades inteligentes administradas pela empresa. As vendas, sem a necessidade da presença do cliente no escritório, são de aproximadamente 96% para lotes e 30% para casas.

O passo a passo para vender imóveis online 

Edson Borba, Diretor Comercial da Planet Smart City no Brasil, explica que o primeiro passo foi intensificar os investimentos em marketing digital para impactar o cliente no ambiente online, ou seja, nas redes sociais e redes de pesquisa como o Google e sites que eles costumam visitar e tenham ligação com o tema. 

“O processo de compra começa quando o cliente é impactado pelas nossas campanhas. Veiculamos anúncios online, nas redes sociais, por exemplo, procurando chamar a atenção de diferentes clientes em regiões distintas. Entendemos que ninguém entra na rede social para comprar imóvel, e por trás disso, tem um amplo trabalho do time de marketing para divulgar o anúncio mais interessante para o nosso público-alvo. Uma vez impactado, o cliente preenche o formulário e é encaminhado para um consultor. É aí que começamos as negociações”, explica.

Um novo jeito de morar. E de comprar

A empresa, que afirma querer mudar o jeito das pessoas morarem, também quer mudar a forma como elas compram. Por isso, investiu em um treinamento personalizado, onde os corretores seguem uma técnica de atendimento desenvolvido internamente. 

O método foi criado com base em estratégias de vendas, matemática financeira, psicologia e as melhores dicas dos vendedores que mais se destacam na empresa. 

“Após um longo estudo percebemos que a principal barreira para venda a distância era a falta de confiança por conta dos textos prontos e a dúvida se o negócio era ou não real. Investimos na comunicação do nosso site e nas redes sociais, além de incluímos todas as nossas referências que nos ajudam a passar credibilidade necessária para tornar esse cliente o nosso morador”, diz Borba.

O diretor comercial explica que as negociações podem acontecer por WhatsApp, ligações ou por chamada de vídeo direto do escritório, do próprio terreno ou da casa que está sendo negociada. Basta o cliente sinalizar que o corretor faz acontecer da melhor forma. 

A experiência do cliente no centro da venda

Além do atendimento personalizado e do marketing imobiliário, a empresa dispõe de um  simulador de vendas online, que permite realizar cotações e saber previamente o valor de entrada e das parcelas das propriedades à venda. 

A proptech ainda conta com o DocuSign, uma ferramenta terceirizada para assinatura digital de contratos que é aceita no mundo todo e atende os padrões regulamentares e jurídicos obrigatórios. A facilidade está presente em 188 países e é utilizada por clientes como Visa, Facebook, Apple, Uber, iFood, Samsung, entre outros. Essa funcionalidade permite que a empresa assine em média 250 contratos de lotes por mês, por exemplo.

Susanna Marchionni, CEO no Brasil da Planet Smart City, também ressalta a importância do aplicativo Planet App, disponível gratuitamente, que ajuda o cliente a ter uma prévia sobre o conceito de viver em uma cidade inteligente e inclusiva para quem ainda está pesquisando o empreendimento. As câmeras que monitoram as áreas comuns dão uma ideia de como é a rotina dos moradores.

Vendas no Brasil e também no exterior

Júlio Locatelli Piva, Engenheiro de Software, explica como aconteceu a aquisição da sua casa às cegas, uma vez que ele não é Fortaleza e, atualmente, mora em Berlim, Alemanha. 

“A distância me deu medo por não saber como funcionava todo o processo de compra e venda online, porém toda a equipe me ajudou muito, explicando cada detalhe. Foi exemplar, um atendimento perfeito. Também pesquisei muito sobre a reputação da empresa antes de fechar negócio e me surpreendi com o projeto inovador visando o futuro. Inclusive, garanti o meu espaço nesse projeto e a experiência foi muito positiva. Tudo aconteceu como se eu tivesse ido ao mercado comprar uma caixa de leite. Muito fácil e rápido”, explica Piva  

Sobre a Planet Smart City:

A empresa proptech Planet Smart City projeta e constrói cidades e bairros inteligentes inclusivos, que fornecem mais do que apenas residências. Com presença global no mercado imobiliário a preços acessíveis, tanto em mercados emergentes quanto nos desenvolvidos, a Planet melhora a qualidade de vida de seus moradores, aplicando sua experiência em integração de soluções inteligentes, tecnologias digitais, serviços e inovação social. Seus bairros inteligentes, sustentáveis e socialmente inclusivos são apoiados pelos serviços do Planet App, uma plataforma digital própria que permite que os moradores interajam entre si e com o bairro ao seu redor.  

 O grupo fundado em 2015 pelos especialistas imobiliários italianos Giovanni Savio e Susanna Marchionni é líder global em Cidades Inteligentes Inclusivas, e tem sede em Londres, com escritórios na Itália, Brasil, Reino Unido e India. A Planet está executando um ambicioso plano de expansão, que inclui o lançamento de 30 projetos no mundo até 2023.  

 A proposta única da Planet se tornou realidade no Brasil, onde estão sendo construídos  projetos horizontais – Smart City Laguna (CE), Smart City Natal (RN), Smart City Aquiraz (CE)  – e verticais na cidade de São Paulo, com mais de 2.500 apartamentos com o parceiro local InLoop com a marca Viva!Smart. 

 Mais informações em: www.planetsmartcity.com.br.

Acompanhe a Planet nas redes sociais:

Instagram: https://bit.ly/instaplanet-br.

Facebook: https://bit.ly/faceplanet-br.

Linkedin: https://bit.ly/linkedinplanet-br.

Achou útil essa informação? Compartilhe com seus amigos! 🙂

Deixe-nos a sua opinião aqui nos comentários.