A marca chinesa Xiaomi se tornou conhecida por oferecer produtos de boa qualidade com preços baixos. Essa semana, o CEO da empresa chinesa Lei Jun revelou o principal motivo para continuar essa estratégia: margem de lucro pequena.

Frete GRÁTIS ilimitado, Filmes, Séries, Músicas e muito mais com Amazon Prime! Teste GRÁTIS por 30 dias aqui.

Na apresentação de resultados do terceiro trimestre de 2019, Jun explicou que a companhia tira de 8% a 9% de lucro nas vendas sobre os produtos.

Claro que há outros fatores influenciam no preço final dos smartphones e itens tecnológicos da Xiaomi. Um dos grandes fatores é o motivo das vendas se concentrarem em maior parte no comércio eletrônico, fazendo com que os os custos de operação diminua, e por consequência o valor do produto.

Além do mais, os canais de distribuição e venda são curtos e bem controlados, o que deixa o preço no mercado do varejo mais atraente para os consumidores da marca.

O CEO também deu um posicionamento sobre a chegada do 5G no mercado de smartphones. De acordo com Jun Lei, os valores dos celulares aumentarão conforme as marcas começarem a trabalha com essa tecnologia.

Para tanto, Lei afirmou que não espera esse comportamento da Xiaomi por acreditar que a fabricante chinesa continuará oferecendo preços competitivos aliados a alta performance dos aparelhos, mantendo sua estratégia de vendas.

Achou útil essa informação? Compartilhe com seus amigos! xD

Deixe-nos a sua opinião aqui nos comentários