AEMGEPRON, Empresa Gerencial Projetos Navais, divulgou licitação para a venda do último porta aviões que a Marinha do Brasil teve. O casco do NAe São Paulo teve seu preço mínimo fixado em pouco mais de R$ 5 milhões.

Frete GRÁTIS ilimitado, Filmes, Séries, Músicas e muito mais com Amazon Prime! Teste GRÁTIS por 30 dias aqui.

O porta aviões São Paulo foi transferido em 2000 para a Marinha do Brasil. Quando servia à França, o gigante de 32,8 mil toneladas, 266 metros e 1.920 tripulantes atuou em frentes de combate na África, Oriente Médio e também na Europa, em apoio às tropas da coalizão nos conflitos dos Bálcãs.

Vendido por US$ 12 milhões, despojado de armamento e tecnologia, a bandeira francesa foi baixada para içar o pavilhão brasileiro na popa do navio, que partiu de Brest em direção ao Rio de Janeiro.

Longe de ser o orgulho nacional previsto, o A-12 rapidamente se tornou uma dor de cabeça: em dez anos, foram gastos mais de US$ 90 milhões em sua modernização, bem como a aquisição de alguns aviões e helicópteros usados.

Os interessados em participar do certame deverão entregar em envelope lacrado na sede da EMGEPRON.

O prazo para a retirada do navio do local onde ele se encontra, mediante agendamento prévio, é de até 120 dias corridos, à contar da data de emissão da Nota Fiscal pelo leiloeiro.

Durante o período acima, todos os valores das taxas condominiais relativas ao custo de manutenção do casco, tais como água, esgoto, luz e segurança no cais do AMRJ, serão de responsabilidade do Comando da Força de Superfície.

O que fazer com um porta aviões? Veja algumas idéias

– Um museu – Um grupo de pessoas chegou a criar um instituto com o objetivo de recolher idéias e fundos para transformar o navio em um museu. O grupo se chama Instituto São Paulo Foch e mantém ainda um site com o projeto.

– Um campo para Paint Ball e Air Soft. Nas redes sociais alguns entusiastas comentaram que as equipes de Paint Ball e Air Soft poderiam se reunir e adquirir o casco do porta aviões. “Seria maravilhoso, inovador e bem realista…” diz um entusiasta.

– Reciclagem.

Dados do porta aviões São Paulo:

  • Comprimento total: 266 m;
  • Boca: 51,20 m;
  • Calado leve: 8,22 m;
  • Calado carregado: 9.53 m;
  • Altura do mastro: 63,2 m;
  • Altura do convôo: 24 m;
  • 2 Ferros (âncoras), Tipo “BAYER” de  11 Toneladas (cada);
  • 2 Amarras de 30 metros (cada);
  • Peso leve: 24.030,871 MT.

Licitação n.º 043/2019, conforme segue:

1. Objeto – Alienação, por venda, do CASCO do Ex-Navio Aeródromo – NAe “SÃO PAULO” pertencente à Marinha do Brasil (art. 28, §3º, I c/c art. 49, da Lei nº 13.303/16).

2. Preço mínimo de alienação: R$ 5.309.733,65;

3. Data/Hora/Local: 27 de setembro de 2019, às 10h00 na Estrada dos Bandeirantes, n.10.639 – Recreio – Rio de Janeiro/RJ.

4. Fornecimento do Edital: www.emgepron.gov.br.

NAe São Paulo em 2005.

Achou útil essa informação? Compartilhe com seus amigos! xD

Deixe-nos a sua opinião aqui nos comentário.

2 Comentários

Deixe um comentário

Please enter your comment!
Please enter your name here