Você pode não esperar que uma das pessoas mais ricas do mundo tenha muitos arrependimentos, mas parece que Bill Gates tem alguns.

Em uma recente entrevista a uma empresa de capital de risco, a Village Global, Gates revelou que um dos maiores erros que já cometeu foi com o Microsoft/Windows mobile, deixando de ser o sistema operacional para rivalizar com a Apple OS.

“No mundo do software, particularmente para plataformas, esses são mercados que levam o vencedor. Então, o maior erro de todos os tempos foi o erro que eu cometi e que levou a Microsoft a não ser o que o Android é. Ou seja, o Android é a plataforma telefônica padrão que não é da Apple. Isso foi algo natural para a Microsoft vencer.”

E realmente o vencedor leva tudo. Há espaço para exatamente um sistema operacional não Apple e o que vale a pena? US$ 400 bilhões que seriam transferidos da empresa G para a empresa M.

O Google leva tudo

O Android foi comprado pelo Google em 2005 por US$ 50 milhões. O foco inicial da empresa estava centrado em bater o que a Microsoft estava fazendo.

Ex-CEO do Google, Eric Schmidt afirmou que a empresa estava com medo de que a  estratégia móvel da Microsoft seria bem sucedida.

O Android bateu com sucesso a Microsoft e agora é essencialmente o equivalente da Microsoft para o sistema operacional móvel. A Microsoft foi inicialmente cética em relação à introdução de dispositivos puramente baseados em toque.

‘Nenhum teclado!’

O ex-CEO da Microsoft, Steve Ballmer, rejeitou o iPhone chamando-o de “o telefone mais caro do mundo e não atrai clientes corporativos porque ele não tem um teclado”.

Essa atitude parece ter sido parte da razão pela qual a Microsoft demorou tanto a adaptar seu software móvel para dispositivos de toque.

Em uma reunião de emergência em dezembro de 2008, a Microsoft decidiu abandonar seus esforços iniciais de software móvel, chamado Microsoft Mobile, e reiniciar o projeto inteiro com o nome de Windows Phone.

Infelizmente para a empresa, isso nunca foi bem-sucedido e o software não é mais suportado. Apesar desse grande erro, a Microsoft permaneceu relevante com seus negócios na nuvem.

“É incrível para mim que ter cometido um dos maiores erros de todos os tempos, e houve esse processo antitruste e várias outras coisas, que nossos outros ativos, como Windows e Office, ainda são muito fortes, então somos uma empresa líder”, diz Gates durante a entrevista.

“Se tivéssemos acertado, seríamos a empresa líder, mas tudo bem.”

A Microsoft ainda está ganhando um bom dinheiro.

Em abril, eles informaram seus resultados do terceiro trimestre com receita de US$ 30,6 bilhões e lucro líquido de US$ 8,8 bilhões. Os números da receita explodiram 14% ano a ano e o lucro líquido aumentou 19%.

O Microsoft Cloud e o Office são os principais impulsionadores de receita da empresa, mas o Xbox, o Surface e o Windows ajudam a empresa a retornar resultados sólidos.

Achou útil essa informação? Compartilhe com seus amigos! xD

Deixe-nos a sua opinião aqui nos comentários.

Quer ficar por dentro do assunto Smart City, o mais falado no Brasil e no mundo? Deixe seu e-mail e receba em primeira mão! clicando aqui.