Deutsche Bahn

A Alemanha e seu principal operador ferroviário, Deutsche Bahn, assinaram um acordo na terça-feira para colocar 86 bilhões de euros em um projeto de renovação ferroviária nos próximos 10 anos em todo o país.

O projeto visa reduzir as emissões de dióxido de carbono e conter atrasos e cancelamentos.

Melhor serviço ferroviário e menor emissão de poluentes

O governo federal da Alemanha fornecerá 62 bilhões de euros, o que equivale a um gasto médio de 8,6 bilhões de euros por ano usado para reforma de trilhos, estações, controle de sinalização e fornecimento de energia.

A Deutsche Bahn, empresa privada de capital aberto da Alemanha contribuirá com os 24,2 bilhões de euros restantes para o projeto.

Ao fazê-lo, o governo procura intensificar suas medidas para combater o aquecimento global, reduzindo suas emissões de dióxido de carbono. Já enfrentou anos de impulsos de seus parceiros da zona do euro e do Fundo Monetário Internacional para ingressar na economia da área dessa maneira.

O ministro dos Transportes, Andreas Scheuer, declarou que: “Vamos substituir instalações desatualizadas, garantir acessibilidade, melhorar o gerenciamento da construção e as condições das plataformas ferroviárias”.

O acordo divulgou na sexta-feira seus planos para a renovação de 2.000 plataformas. Além disso, o projeto visa dobrar o número de maquinistas e passageiros de trem até 2030.

Embora a Alemanha seja conhecida por administrar um serviço de trem eficiente e pontual, sua reputação sofreu uma queda nos últimos anos.

Algumas das principais rotas de suas redes remontam ao imperador alemão, há mais de 100 anos. Elas precisam urgentemente de reparo.

Scheuer afirmou positivamente que “os anos 20 serão uma era de ouro para a ferrovia”.

Achou útil essa informação? Compartilhe com seus amigos! xD

Deixe-nos a sua opinião aqui nos comentários.