O PIX completou seis meses nessa semana que está em operação e já registrou mais de 1,5 bilhão de transações realizadas até o momento, respondendo pela movimentação de mais de R$ 1,1 trilhão, segundo os dados divulgados pelo Banco Central (BC).

Ao todo, foram cadastradas mais de 242 milhões de chaves, sendo cerca de 5,5 milhões referentes a empresas e 83 milhões provenientes de usuários pessoas físicas.

Ainda de acordo com a instituição, cerca de 75 milhões de brasileiros usaram o PIX, seja para pagamentos ou recebimentos, desde o lançamento. Isso é o equivalente a 45% da população adulta do Brasil.

Em abril, a quantidade de Pix superou a quantidade de TED, DOC, cheque e boleto somados. As transações realizadas pelo Pix já foram responsáveis pela movimentação de mais de R$ 1,109 trilhões.

“O Pix completa seis meses de operação e já é amplamente aceito em todo Brasil, sua adoção foi extremamente rápida e vem crescendo mais a cada semana. Milhões de brasileiros já usam o Pix no seu dia a dia e o pagamento para empresas está com uma taxa média de crescimento bastante acelerada, em 57,5% ao mês. Em comparação a outros sistemas de pagamentos instantâneos no mundo, o Pix figura entre os que tiveram adoção mais rápida.  É um meio de pagamento prático, rápido, acessível e seguro, que traz facilidade e gera novos modelos de negócio. A novidade movimentou bastante o mercado, promovendo maior competição no sistema financeiro. O Pix veio para ficar e continuará evoluindo com novas funcionalidades”, afirmou o presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto.

Até o final do ano ainda teremos muitas novidades, veja algumas:
•Inclusão da conta salário na lista de contas movimentáveis por Pix;
•Pix aproximação: para dar mais facilidade e conveniência na iniciação de um Pix e para atender casos de uso específicos;
•Possibilidade de fazer Pix entre usuários que estejam sem acesso à internet, ampliando o acesso da sociedade ao Pix;

•Iniciador de pagamentos no Pix, com desenvolvimentos que seguirão a especificação técnica definida no âmbito do Open Banking, para permitir que os iniciadores possam ser participantes do Pix, agregando ainda mais competição ao ecossistema.

Achou útil essa informação? Compartilhe com seus amigos! 🙂

Deixe-nos a sua opinião aqui nos comentários.