Apesar de o mercado estar nessa crise danada, com demissões em todos os setores, inclusive na engenharia,  quem manteve o emprego na área está sendo bem remunerado. É o que indica pesquisa de salários da comunidade de carreiras Love Mondays com mais de 1,5 mil engenheiros de diferentes áreas.

Frete GRÁTIS ilimitado, Filmes, Séries, Músicas e muito mais com Amazon Prime! Teste GRÁTIS por 30 dias aqui.

Um engenheiro de processos, por exemplo, pode ganhar até 25 mil reais ao mês, segundo os dados coletados durante o levantamento. “O Brasil teve uma grande demanda desses profissionais no mercado de trabalho por alguns anos, o que acabou impulsionando para cima a remuneração deles”, diz Luciana Caletti, CEO da Love Mondays para Exame.com.

Veja os salários mínimos, médios e máximos declarados pelos engenheiros:

Engenheiro de Processos

O que faz: busca, a partir do estudo das atividades de produção, melhoria em processos, métodos, equipamentos e dispositivos. Se necessário, aplica correções nos tempos de fabricação de componentes e produto final. Também é de sua responsabilidade pesquisar como aproveitar melhor a mão de obra e as matérias primas.

Salário médio: R$ 7.305
Mínimo declarado: R$ 1 mil
Máximo declarado: R$ 25 mil

Engenheiro de Desenvolvimento de Produto

O que faz: estuda concorrentes e o mercado para identificar oportunidades de criação de novos produtos. Participa ativamente da estratégia de comercialização, fazendo precificação. Também visita clientes finais para embasar a tomada de decisão em relação aos locais de venda do produto.

Salário médio: R$ 8.590
Mínimo declarado: R$ 3.971
Máximo declarado: R$ 16 mil

Engenheiro de Produção

O que faz: responsável pela leitura, interpretação de projetos e gerenciamento de equipe. Trabalha em conjunto com engenheiro de custos para fazer requisição e solicitação de entrega de materiais, ferramentas, equipamentos e serviços. Inspeciona obras, controlando serviços de empreiteiras.

Salário médio: R$ 7.958
Mínimo declarado: R$ 3 mil
Máximo declarado: R$ 19.500

Engenheiro de Produto

O que faz: especifica, desenha, executa e coordena processos de produção e dos produtos e de modo a avaliar seus resultados e garantir mais eficiência.

Salário médio: R$ 7.882
Mínimo declarado: R$ 4 mil
Máximo declarado: R$ 15 mil

Engenheiro de Vendas

O que faz: atua de maneira consultiva com o objetivo de auxiliar o cliente em relação às especificações técnicas de peças, maquinários, insumos e equipamentos.

Salário médio: R$ 7.845
Mínimo declarado: R$ 4,5 mil
Máximo declarado: R$ 14 mil

Engenheiro Mecânico

Executa projetos de engenharia mecânica e pode participar de todas as etapas: desenho, elaboração de especificações e técnicas de execução que possibilitem construção, montagem e funcionamento de máquinas e equipamentos mecânicos. Pode também fazer manutenção e reparo do maquinário.

Salário médio: R$ 7.354
Mínimo declarado: R$ 2.600
Máximo declarado: R$ 20 mil

Engenheiro de Segurança do Trabalho

O que faz: coordena e analisa projetos, auxiliando a equipe técnica, e tem a responsabilidade de sugerir e recomendar mudanças para eliminar ou mitigar riscos de acidentes de trabalho e doenças ocupacionais.

Salário médio: R$ 7.298
Mínimo declarado: R$ 3.200
Máximo declarado: R$ 15 mil

Engenheiro Civil

O que faz: atua na execução e coordenação de projetos de construção e/ou manutenção de obras como: edificações, viadutos, aeroportos, rodovias, pontes, etc.

Salário médio: R$ 7.251
Mínimo declarado: R$ 1.700
Máximo declarado: R$ 19 mil

Engenheiro de Manutenção

O que faz: responsável pela manutenção corretiva ou preventiva de equipamentos. A partir da análise do desempenho do maquinário, o engenheiro de manutenção identifica necessidades de trocas ou conserto de peças.

Salário médio: R$ 7.191
Mínimo declarado: R$ 1 mil
Máximo declarado: R$ 12 mil

Engenheiro Eletricista

O que faz: elabora, executa, orienta e faz a manutenção de projetos de geração, transmissão e distribuição de energia elétrica.

Salário médio: R$ 7.016
Mínimo declarado: R$ 800
Máximo declarado: R$ 15 mil

Engenheiro Agrônomo

O que faz: Planeja, prepara e supervisiona as mais diversas etapas e processos de produção agrícola. Faz o controle de pragas e estuda os melhores procedimentos de adubação, irrigação, entre outros.

Salário médio: R$ 6.276
Mínimo declarado: R$ 2 mil
Máximo declarado: R$ 13 mil

Engenheiro de Sistemas

O que faz: concebe, estrutura, desenvolve, verifica e analisa sistemas, fazendo integrações a subsistemas. Implementa, automatiza e faz auditoria em processos sistêmicos. Define requisitos e também faz a gestão de inventário de hardware e software.

Salário médio: R$ 6.091
Mínimo declarado: R$ 1.510
Máximo declarado: R$ 22 mil

Engenheiro de Software

O que faz: desenvolve softwares e aplicativos. Analisa requisitos, define a arquitetura de produtos e faz testes unitários e funcionais.

Salário médio: R$ 5.214
Mínimo declarado: R$ 1.200
Máximo declarado: R$ 13 mil

Engenheiro de Projetos

Desenha, executa e controla projetos de engenharia nas mais diversas áreas. É sua a responsabilidade da condução do projeto do início ao fim.

Salário médio: R$ 7.698
Mínimo declarado: R$ 1.500
Máximo declarado: R$ 25 mil

Imagem de shutterstock.com

Achou útil essa informação? Compartilhe com seus amigos! xD

Deixe-nos a sua opinião aqui nos comentários.

3 Comentários

  1. Onde é que vc arrumou estes dados de monte de engenheiro ganhando menos que o piso ? Só se não estão trabalhando como engenheiros !

Deixe um comentário

Please enter your comment!
Please enter your name here