A montadora de veículos da Suécia, Volvo, anunciou que irá investir R$ 1 bilhão no Brasil entre os anos de 2020 e 2023. O País terminou o ano passado como o segundo maior mercado para o grupo.

De acordo com a Volvo, o montante será destinado a pesquisa e desenvolvimento de produtos e serviços em todas as frentes de negócios da empresa, entre eles equipamentos para motores marítimos e construção. “Parte dos investimentos será direcionado para desenvolvimento de novos fornecedores da cadeia local”, salientou Wilson Lirmann, presidente do grupo Volvo para América Latina.

Em 2019, as vendas de caminhões pesados apresentaram uma alta de 58%, quando foram entregues 14,5 mil unidades. Já na categoria de semipesados, o crescimento foi um pouco menor, de 55,5%. As vendas atingiram 2,3 mil unidades. Lirmann, disse que o desenvolvimento do grupo, especificamente no segmento de pesados no Brasil, foi acima da do esperado.  “Foi o melhor ano da nossa história em pesados”, disse. Em todo o mundo, os segmentos de pesados e semipesados cresceram em média 48,7% e 30%, respectivamente. “Voltamos a liderança em caminhões pesados”, afirmou Alcides Cavalcanti, diretor comercial de caminhões, durante a divulgação do investimento.

A Volvo Buses, que se refere a exportações do segmento de ônibus, teve uma alta de 77% em vendas de ônibus em 2019, considerando todos os países da América Latina, totalizando 1.864 unidades, ante 1.055 do ano anterior. Os principais destinos foram para o Chile a Colômbia.

No início de 2020, a Volvo, por meio de um relatório, já havido informado o bom desempenho do seu segmento de carros no Brasil. Em 2019, foram comercializadas 7.916 unidades no País. O resultado equivale a um crescimento de 15,8% em relação ao ano anterior. Segundo os dados expostos no relatório, a companhia atualmente detém 15,2% de participação do segmento, com a liderança em algumas categorias. Além disso, a Volvo estima que o crescimento para 2020 seja de 20%.

Achou útil essa informação? Compartilhe com seus amigos! xD

Deixe-nos a sua opinião aqui nos comentários.