A SpaceX lançou com sucesso um foguete Falcon 9 levando mais 60 satélites para a constelação Starlink, que irá fornecer acesso global à internet de banda larga.

O foguete Falcon 9 decolou da base da Força Espacial dos Estados Unidos em Cabo Canaveral, na Flórida. O primeiro estágio usado foi o B1049, que já voou outras nove vezes. Já o Falcon 9 Block 5 mais antigo em operação, e foi o primeiro a decolar e pousar sete vezes. Nove minutos após o lançamento ele foi recuperado com sucesso, pousando na balsa autônoma “Of Course I Still Love You”.

Em uma apresentação durante o fórum digital Satellite 2021 LEO no início de abril a CEO da empresa, Gwynne Shotwell, disse que já havia um total de 1.320 satélites Starlink em operação. Com este lançamento, já são 1.560 satélites em órbita.

De acordo com a CEO, a Starlink espera oferecer “conectividade global total” quando houver cerca de 1.680 satélites em órbita. Ao ritmo de 60 satélites por lançamento, faltariam apenas dois lançamentos para atingir tal meta.

Desde fevereiro, a Starlink está aceitando reservas em seu site, mediante o pagamento de uma taxa de US$ 99. No momento o serviço será oferecido nos Estados Unidos, Reino Unido e Canadá, e dependendo da região a previsão para disponibilidade é informada como “de meados ao final de 2021” ou 2022.

Achou útil essa informação? Compartilhe com seus amigos! 🙂

Deixe-nos a sua opinião aqui nos comentários.